[News] Box Biblioteca de Hogwarts em pré-venda

24 abril 2017

Os Potterheads esse ano estão sofrendo, ou maravilhados, dependendo do ponto de vista, hehe. É um ano de muitas novidades, e depois do lançamento do filme Animais Fantásticos e Onde Habitam muitos livros do nosso mundo mágico estão sendo lançados. E dessa vez o livro lançado é o lindíssimo Box da Biblioteca de Hogwarts, composta pelos livros Animais Fantásticos e Onde Habitam, Quadribol Através dos Séculos e Os Contos de Beedle, o bardo, que está em pré-venda. Agora em capa dura, com novo projeto gráfico e novas ilustrações de capa e miolo, os títulos podem ser adquiridos individualmente ou reunidos no box especial. Vamos conhecer um pouco mais sobre o box:

COMPRE O BOX AQUI:

ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM
Com seis novas criaturas e prefácio inédito, o guia original de animais mágicos da série Harry Potter traz um inventário completo de seres como a acromântula, uma aranha monstruosa de oito olhos e dotada de fala humana, e o basilisco, entre outros. O livro foi adaptado para o cinema como uma aventura ambientada em Nova York no ano 1926, com roteiro de J. K. Rowling.
Tradução: Liv Wyler 
Formato: 14x21cm 
Páginas: 128
COMPRE AQUI:




QUADRIBOL ATRAVÉS DOS SÉCULOS
Um histórico completo e repleto de detalhes curiosos do esporte mais praticado na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, desde a origem até o presente século, as modificações ocorridas ao longo do tempo, descrição dos times e sua difusão pelo mundo.Tradução: Liv Wyler Formato: 14x21cm Páginas: 128
COMPRE AQUI:








OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
Citado em Harry Potter e as Relíquias da Morte como um presente deixado pelo mestre Alvo Dumbledore para Hermione Granger, Os contos de Beedle, o Bardo reúne cinco contos populares para jovens bruxos e bruxas, histórias passadas de geração em geração, da mesma forma que os contos e fábulas escritos para pequenos trouxas (crianças não bruxas).
Tradução: Liv Wyler Formato: 14x21cm Páginas: 128
COMPRE AQUI:




Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.

[Memórias em Série] Grey's Anatomy

21 abril 2017
Título: Grey's Anatomy

Data de Estréia: 27 de março de 2005

Gênero: Drama médico

Temporada atual: 13° temporada

Duração por episódio: 42 min. aprox.

Criação: Shonda Rhimes

Elenco: Ellen Pompeo, Justin Chambers, Chandra Wilson

Direção: Debbie Allen

Emissora Original: American Broadcasting Company


Eu tenho uma leve tendência a tentar me segurar mas acabar escolhendo uma nova série para assistir, parte da culpa eu devo ao Netflix que tornou as coisas bem mais fáceis de encontrar e difíceis de resistir.(Obrigada!) Não estava a procura, maaas... eu sempre gostei de assistir esses documentários de emergência médicas em canais de TV à cabo e deparei-me com a série Grey's Anatomy.

Eu sei, eu sei que estou beem atrasada, essa é uma série de 2005! Naturalmente eu já havia ouvido esse nome, mas nunca prestei atenção sobre  o que se tratava a série. Mas um motivo que fez eu querer começar a ver a série, é que como ela é antiga todos as temporadas estão disponíveis, assim fica fácil né.


Um episódio foi o suficiente! Em menos de um mês e eu já estou acabando a terceira temporada! E sabe como eu soube que ela seria uma boa série? Quando eu estava vendo a segunda temporada eu já estava com pena de assistir muito rápido e acabar logo a série!

Vamos falar da série! Trata-se de uma série que mostra o dia-a-dia do Hospital Seattle Grace, mostrando a vida de estudantes de medicina  em seu programa de residência como internos no hospital. Como o título diz: Anatomia de Grey, os episódios em sua maioria são narrados pela residente Dra. Meredith Grey. E só por que é dentro de um hospital não quer dizer que seja monótono, pelo contrário! Muitos casos  de doenças difíceis de imaginar, desastres, pegação de mais e reviravoltas e segredos. Nesse hospital certamente acontece muita ação. E todos os episódios acabam com um tipo de lição de moral, ou alguma coisa do tipo, um ensinamento. Muitas cenas de drama, mas também tem os seus vários momentos mais leves e engraçados, é bem equilibrada.


Particularmente eu amo todos os personagens, até os estúpidos. Por que dentro do hospital em algum momento até os personagens que você não gosta muito acabam mostrando um pouco de humanidade pelos pacientes. Sério, preciso de muitas palavras para descrever. Posso dizer que foi a única série até agora que me emocionou em tantos momentos diferentes. O enredo, os personagens, os casais, os atritos e todo o conjunto da obra são muito bons; mas posso falar pouco sobre isso pois ainda estou na terceira temporada, pelo visto não vou parar tão cedo. 

Mas acredito que não seja uma série que agrade à todos, se não gosta de ver sangue então...ah, e uma nota de uma nova fã de Grey's, eles tinham uma vinheta, introdução (não sei como se chama) horrível, achava aquilo de um péssimo gosto que não combinava em nada com a série e nas outras temporadas eles acabaram abolindo! Weeee. Meus olhos agradecem.


Ah, como eu comecei a assistir a pouco tempo eu tive que dar uma pesquisada. Infelizmente vi spoiler que não poderão ser desvistos, por educação não irei contar. Mas pelo menos agora sei que a série não parou na 12a temporada, ainda há uma 13a.
Vicieeeeeiiii!
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

[Resenha] Tim Atlas na Montanha das Harpias #1 - Daniel de Carvalho

19 abril 2017

Editora: Coerência
Série: Tim Atlas #1
Gênero: Aventura / Fantasia / Romance
Páginas: 400
Classificação: 
Sinopse: “Afinal, o que importa o que nós somos? O que verdadeiramente importa é o amor que temos em nossos corações.”Tim Atlas foi encontrado à beira da morte, mas foi salvo pelo doutor Ignatis. Sem lembrar-se do seu passado, Tim Atlas consegue um trabalho na Reddy-Detetives tendo como primeira missão encontrar duas gêmeas desaparecidas nas selvas da Rondônia.Tim Atlas embarca para Guajará-Mirim para iniciar as buscas, sem imaginar que a maior aventura da sua vida estava apenas começando.Índios Parecis, Homens Voadores, seres encantados, Montanha das Harpias. Será que ele vai desistir diante de tantas adversidades?Com a ajuda da Moça da Floresta, Tim Atlas irá encontrar não apenas as respostas que procura, mas sentimentos que sequer imaginou possuir, além do mais, descobrirá ser parte de uma grande profecia, resta a ele encontrar o que procura e também a si mesmo.
Timóteo Atlas Ignatis é um homem misterioso, foi encontrado pelo doutor Ignatis baleado e à beira da morte, e após alguns procedimentos médicos o doutor conseguiu salvá-lo, porém para a surpresa de todos Tim havia perdido a memória, não lembrava de nada sobre sua vida... O doutor Ignatis se tornou responsável por Tim, espalhando cartazes e notícias na esperança de encontrar seus parentes, mas curiosamente ninguém apareceu, tornando-o ainda mais misterioso...


Tim precisava seguir com sua vida, então surge uma oportunidade de emprego do qual ele agarra. Precisaria ir a Rondônia para investigar e tentar encontrar as netas gêmeas do Sr. Dolan que desapareceram a dois anos numa lancha com o piloto.

Então lá foi Tim para sua missão, seu plano inicial era conseguir informações, conversar com pessoas, refazer os passos das gêmeas e quem sabe conseguir devolve-las para seus avós, mas aparentemente elas desapareceram sem deixar nenhum rastro. 

“Tim Atlas, não era um homem de se dar por vencido facilmente, principalmente num caso como aquele em que seu protetor, o doutor Ignatis, o tinha recomendado com tantos elogios. Num caso como aquele em que os avós das gêmeas haviam depositado tantas esperanças em seu trabalho.”
Continuando com sua busca incessante por informações, Tim Atlas encontra um super aliado, Lothar. Responsável pelos passeios turísticos de lancha de Guajará-Mirim, Lothar informa para Tim que o piloto que estava com as gêmeas na verdade era uma pilota, Marion, sua namorada e sócia. Ele conta também que Marion acreditava em uma lenda que dizia que por ali existia uma floresta encantada, e seu grande sonho sempre foi encontrá-la. Acreditando que elas haviam ido em busca da lenda, Tim e Lothar se juntam para tentar refazer o trajeto que as três fizeram, e aí começa então a aventura...


O caminho de lancha era muito perigoso, cheio de obstáculos e neblina, e eles acabam se perdendo entre ela. Tudo parecia perdido, afinal não enxergavam mais nada a diante, mas as esperanças voltam quando avistam uma floresta linda, com harpias gigantes e homens voadores, e lá estava a lancha usada por Marion e as gêmeas. E para a surpresa deles aparecem índios que os capturam e levam para sua aldeia.

A princípio todos se assustam, mas logo todos percebem que ninguém representa perigo. Tim e Lothar conhecem Amuri, líder da aldeia, e explicam o que estão fazendo em seu território, Amuri conta que as lendas são verdadeiras e a floresta é cheia de seres encantados, e que as moças realmente estiveram por lá, mas foram levadas pelas harpias gigantes até a cidade que se encontra no topo da Montanha das Harpias, e que é muito perigoso tentar chegar até lá! Mas Tim é um homem determinado, e irá se arriscar pera cumprir sua missão...


O livro é incrível, cheio de aventuras, fantasia, magia e determinação. É diferente de tudo que já li, é curioso e cria um mundo original, com aventuras originais e muito misterioso. Todos os personagens são extremamente importantes, tornando a história mais dinâmica e envolvente. A ambientação em território brasileiro torna a história mais real e próxima de nós, e faz a gente questionar se essa floresta encantada realmente existe escondida em Guajará-Mirim, hehe, é tão bem escrito que esquecemos que se trata de uma fantasia.

Tim Atlas na Montanha das Harpias é um misto de vários gêneros, aventura, ficção científica, romance, mistério, fantasia... e isso torna a leitura mais fluida, e nada cansativa. Só o que me incomodou um pouco foram algumas repetições que achei desnecessárias, mas que não tirou a originalidade da história. E pelo que parece a história terá uma continuação, afinal precisamos saber quem realmente é o misterioso Tim Atlas!

Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.

[Lançamentos] Editoras Arqueiro e Sextante: Abril 2017

17 abril 2017

Olá terráqueoooos, os lançamentos não param e a gente também não para por aqui, hehe! Dessa vez vamos ver o que as editoras Arqueiro e Sextante trouxeram pra nós esse mês! QUERO TODOS!

DOIS A DOIS - NICHOLAS SPARKS
Páginas: 512
Lançamento: 03/04
Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos. Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções. Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.
 UM MENINO EM UM MILHÃO - MONICA WOOD
Páginas: 352
Lançamento: 03/04
Sinopse: Quinn Porter é um guitarrista de meia-idade que nunca conseguiu deslanchar na carreira. Enquanto aguardava sua grande chance na música, foi um marido e pai ausente, e jamais conseguiu estabelecer um vínculo afetivo com o filho, uma criança obcecada pelo Livro dos Recordes e algumas peculiares coleções. Quando o menino morre inesperadamente, alguém precisa substituí-lo em sua tarefa de escoteiro: as visitas semanais à astuta Ona Vitkus, uma centenária imigrante lituana. Quinn assume então o compromisso do filho durante os sete sábados seguintes e tenta ajudar Ona a obter o recorde de Motorista Habilitada Mais Velha. Através do convívio com a idosa, ele descobre aos poucos o filho que nunca conheceu, um menino generoso, sempre disposto a escutar e transformar a vida da sua inusitada amiga. Juntos, os dois encontrarão na amizade uma nova razão para viver. Um menino em um milhão é um livro sensível, poético e bem- -humorado, formado por corações partidos e aparentemente sem cura, mas unidos por um elo de impressionante devoção pessoal.
Á MARGEM DAS SOMBRAS - BRENT WEEKS
Páginas: 416
Lançamento: 03/04
Sinopse: O jogo parece perdido para a cidade de Cenária. O golpe impiedoso de Garoth Ursuul, o Deus-rei, foi bem-sucedido. Agora ele domina a cidade, enquanto os invasores de Khalidor massacram habitantes e destroem casas, lojas e esperanças. O antigo governo da cidade foi subjugado e seu líder, substituído. A magia do Deus-rei é poderosa demais para ser controlada e sua influência se expande até os círculos mais nobres da cidade. As únicas chances de vitória nessa guerra injusta são o honrado Logan Gyre e o derramador Kylar Stern, o Anjo da Noite. Contudo, enquanto o primeiro está enclausurado na mais terrível prisão do reino, o segundo abandonou o caminho da espada e, em nome de Elene, seu grande amor, jurou nunca mais matar. A resistência agora se resume a ladrões, comerciantes pobres e prostitutas. Mas talvez isso mude muito em breve. Ao descobrir que Logan está vivo, Kylar pode abrir mão da paz que encontrou na nova família e arriscar tudo para retornar ao caminho das sombras.
BONECO DE PANO - DANIEL COLE
Páginas: 336
Lançamento: 10/04
Sinopse: O polêmico detetive William Fawkes, conhecido como Wolf, acaba de voltar à ativa depois de meses em tratamento psicológico por conta de uma tentativa de agressão. Ansioso por um caso importante, ele acredita que está diante da grande chance de sua carreira quando Emily Baxter, sua amiga e ex-parceira de trabalho, pede a sua ajuda na investigação de um assassinato. O cadáver é composto por partes do corpo de seis pessoas, costuradas de forma a imitar um boneco de pano. Enquanto Wolf tenta identificar as vítimas, sua ex-mulher, a repórter Andrea Hall, recebe de uma fonte anônima fotografias da cena do crime, além de uma lista com o nome de seis pessoas – e as datas em que o assassino pretende matar cada uma delas para montar o próximo boneco. O último nome na lista é o de Wolf. Agora, para salvar a vida do amigo, Emily precisa lutar contra o tempo para descobrir o que conecta as vítimas antes que o criminoso ataque novamente. Ao mesmo tempo, a sentença de morte com data marcada desperta as memórias mais sombrias de Wolf, e o detetive teme que os assassinatos tenham mais a ver com ele – e com seu passado – do que qualquer um possa imaginar. Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e uma deliciosa pitada de humor negro, Boneco de pano é o que há de mais promissor na literatura policial contemporânea.
AMANHÃ EU PARO! - GILLES LEGARDINIER
Páginas: 304
Lançamento: 10/04
Sinopse: Como todo mundo, Julie já fez muitas coisas idiotas na vida. Ela poderia contar sobre a vez que resolveu descer a escada enquanto vestia um suéter e caiu nos degraus, ou quando tentou consertar um plugue ligado na tomada segurando o fio com a boca, ou quem sabe falar de sua fixação pelo novo vizinho que nunca viu: Ricardo Patatras. Julie tem o irritante hábito de fazer as maiores loucuras quando está apaixonada. E essa obsessão a leva a prender a mão na caixa de correio do vizinho enquanto espiona uma misteriosa carta... E o pior, ainda é flagrada pelo próprio dono da correspondência. Mas isso não é nada, nada mesmo, se comparado às maluquices que ela vai fazer para se aproximar desse homem e descobrir seu grande segredo. Movida por uma criatividade sem limites, intrigada e atraída por um desconhecido que mora tão perto, Julie assume riscos cada vez mais delirantes, sem perceber que pode cair na própria armadilha. Com mais de 3,5 milhões de livros vendidos, Gilles Legardinier mostra em Amanhã eu paro! uma história original e irreverente que com certeza fará o leitor morrer de rir.
LIGEIRAMENTE PERIGOSOS - MARY BALOGH
Páginas: 304
Lançamento: 10/04
Sinopse: Aos 35 anos, Wulfric Bedwyn, o recluso e frio duque de Bewcastle, está ávido por encontrar uma nova amante. Quando chega a Londres, os boatos que correm são os de que ele é tão reservado que nem a maior beldade seria capaz de capturar sua atenção. Durante o evento social mais badalado da temporada, uma dama desperta seu interesse: a única que não tinha essa intenção. Christine é impulsiva, independente e altiva – uma mulher totalmente inadequada para se tornar a companheira de um duque. Ao mesmo tempo, é linda e muito, muito atraente. Mas ela rejeita os galanteios de todos os pretendentes, pois ainda sofre para superar as circunstâncias pavorosas da perda do marido. No entanto, quando o lobo solitário do clã Bedwyn jura seduzi-la, alguma coisa estranha e maravilhosa acontece. Enquanto a atração dela pelo sisudo duque começa a se revelar irresistível, Wulfric descobre que, ao contrário do que sempre pensou, pode ser capaz de deixar o coração ditar o rumo de sua vida.
DEMOCRACIA TROPICAL - FERNANDO GABEIRA
Páginas: 160
Lançamento: 24/04
Sinopse: Democracia Tropical é fruto do esforço de Fernando Gabeira, um dos jornalistas mais importantes da nossa história, no sentido de refletir sobre os caminhos e descaminhos da democracia brasileira. No espaço entre as crônicas que escreveu e publicou durante o período que vai da votação do impeachment de Dilma Rousseff no Congresso às últimas eleições municipais, Gabeira repassa a história da jovem e trepidante democracia brasileira. Entre uma crônica e outra existe a memória e a reflexão aguda de Fernando Gabeira, o jornalista que viu nascer a democracia brasileira; que se revoltou contra a ditadura; que viveu no exílio; que voltou ao Brasil com a Anistia; que ingressou na política; que presenciou o impeachment de dois presidentes; que viu agonizar um sistema político que não responde aos anseios de nossa sociedade. Que Brasil é esse que estamos a construir? O que sobrará de tudo isso? Democracia Tropical é uma obra obrigatória para quem quer entender melhor o nosso tempo.
ORIGINAIS - ADAM GRANT
Páginas: 272
Lançamento: 10/04
Sinopse: Qual é o segredo das pessoas originais? Será que a criatividade é uma qualidade inata ou uma habilidade que pode ser estimulada ou mesmo aprendida? Em seu novo livro, Adam Grant desmistifica muitas das crenças que existem em torno das mentes criativas. Ele recorre a uma série de estudos e histórias reais envolvendo o mundo dos negócios, a política, os esportes e o universo do entretenimento para mostrar como qualquer pessoa pode aprimorar sua criatividade, tornar-se capaz de identificar e defender ideias verdadeiramente originais, combater o conformismo e romper com tradições obsoletas. Você vai conhecer as técnicas bem-sucedidas aplicadas por profissionais que ousaram remar contra a maré e levar seus projetos adiante, como uma funcionária da Apple que desafiou Steve Jobs estando três níveis hierárquicos abaixo dele, uma analista que derrubou a política de sigilo da CIA e um executivo de TV que impediu que a série Seinfeld fosse cancelada logo no início apesar das pesquisas de opinião desfavoráveis.
A MORTE COMO DESPERTAR - RAJIV PARTI
Páginas: 240
Lançamento: 10/04
Sinopse: O Dr. Rajiv Parti era chefe de anestesia de um hospital especializado em cirurgia cardíaca. Suas crenças eram: sucesso, trabalho duro, dinheiro. Não havia espaço para espiritualidade, arte e nem mesmo para cultivar uma relação de respeito com sua família. Tudo girava em torno do sucesso. Numa mesa de operação em que ele era o paciente, uma parada cardíaca o arrancou dessa vida. Ele foi ao inferno, onde reencontrou seu pai e conheceu o histórico de violência e vício que atormentava sua família há gerações – e que ele próprio repetia com a péssima relação que mantinha com seu filho mais velho. Essa experiência aterrorizante foi amenizada pela aparição de dois arcanjos, que o levaram ao céu e lhe deram uma missão: praticar e divulgar uma medicina mais humana e integrativa. Voltar do além não foi simples: como convencer o mundo da sua vivência? Como não ser taxado de louco por vender sua mansão, seus carros de luxo, e passar a defender algo que nunca passara por sua cabeça? E, o mais importante e complicado: como reparar a relação com o filho e parar o ciclo de violência? Essa história verídica de transformação espiritual traz detalhes minuciosos sobre o céu, o inferno, a vida após a morte e os anjos – e contém verdades divinas capazes de iluminar para nós o que realmente importa aqui na terra.
CULTURA DE EXCELÊNCIA - DAVID COHEN
Páginas: 208
Lançamento: 10/04
Sinopse: Em meados de 1991, Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, que já tinham construído um verdadeiro império no mundo dos negócios, resolveram dar um passo além e disseminar pelo país a cultura que os levou a conquistar tal sucesso. Para colocar esse projeto em prática, criaram a Fundação Estudar, concedendo bolsas de estudos a jovens que quisessem cursar MBA nos Estados Unidos. O objetivo era ajudar a melhorar o Brasil melhorando a qualidade de seus executivos e empreendedores. Com um processo de seleção extremamente rigoroso, a Estudar procurava jovens que se identificassem com valores como meritocracia, busca de excelência, trabalho duro e metas ousadas. Ao longo dos anos, a missão da instituição se expandiu, passando a englobar ações diferenciadas, financiando cursos em outras áreas, dando apoio a estudantes na graduação e criando diversos outros programas de incentivo ao estudo e de apoio à carreira. Neste livro você vai conhecer a trajetória da Fundação Estudar, seus valores, seus métodos e seus princípios enquanto acompanha as inspiradoras histórias de jovens que tiveram a vida transformada pelo contato com sua cultura.
Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.

[Memórias em Série] Os 13 Porquês - 1° temporada

14 abril 2017
Título original: 13 Reasons Why

Data de estréia: 31 de março de 2017

Gênero: Drama

Temporada atual: 1° temporada

Total de episódios: 13 episódios

Criação: Brian Yorkey

Produtora: Selena Gomez

Elenco: Dylan Minnette, Katherine Langford, Christian Navarro, etc...

País: EUA


A série 13 Reasons Why, ou no bom e velho português, Os 13 Porquês já não é novidade para mais ninguém. Baseada no livro de mesmo título do autor Jay Asher, a série ganhou uma repercussão enorme, da qual me deixou muito feliz, afinal ela fala de assuntos muito importantes, que precisam ser abordados e que ainda geram muitas discussões e preconceitos.

A série começa mostrando Clay Jensen (Dylan Minnette) voltando da escola e encontrando em sua porta uma caixa de sapato com 7 fitas dentro, enumeradas em ambos os lados, totalizando 13 áudios, mas o que ele não esperava era que as fitas tinham sido gravadas por Hannah Baker (Katherine Langford) sua amiga e paixão secreta que tinha acabado de cometer suicídio.


Ao ouvir as fitas Clay tem mais uma surpresa... é a própria Hannah narrando sua história de vida e cada lado contem um motivo (ou pessoa) para ela ter cometido suicídio, e se ele estava escutando as fitas é porque ele também é um dos porquês...
"Oi, é a Hannah. Hannah Baker. Isso mesmo. Não ajuste seu... o que quer que esteja usando para ouvir isso. Sou eu, ao vivo e em estéreo. Sem promessa de retorno, sem bis, e, desta vez, sem atender a pedidos. Pegue um lanche. Acomode-se. Porque vou contar a história da minha vida. Mais especificamente por que minha vida terminou. Se você está ouvindo esta fita... você é um dos porquês."

Hannah é uma menina linda, divertida e bem humorada. Uma personagem da qual nos apaixonamos mais a cada episódio, mas que por trás de tantas falar sarcásticas guarda pequenas dores que foram se acumulando...

A série inteira será Clay escutando as fitas e como ele reage a tudo isso, com o passar dos episódios descobrimos que os porquês de Hannah são pessoas da escola dela, amigos, ex-namorados, pessoas próximas em quem ela confiava, amava e queria por perto, mas que de alguma forma a fazia se sentir humilhada e rejeitada. Percebemos então o quanto o Ensino Médio pode ser cruel, em como as pessoas podem nos matar cada dia um pouco mais com justificativas de serem apenas brincadeiras...


As fitas de Hannah levam Clay, e nós, as suas lembranças fazendo uma espécie de reconstituição dos fatos, seus passos sendo recontados e mesclando passado e presente. No decorrer da série Clay percebe que ele não é o primeiro a escutar as fitas, mas é o único que está se incomodando com elas, o único que não está sabendo reagir de maneira normal a tudo que está ouvindo, afinal como não fazer nada? Como deixar que o sofrimento de Hannah seja esquecido?

Os 13 Porquês tem um peso emocional muito grande, Clay não consegue escutar todas as fitas de uma vez só assim como não consegui assistir todos os episódios em sequência, eles pesam, eles doem e você se sente impotente, você se pergunta se um dia já foi o porquê de alguém e se lembra dos seus porquês, você passa a refletir em como trata o próximo, em como ele tem sentimentos que muitas vezes são ignorados.


Sabe quando você tem tanto a dizer e sente tanto com uma coisa que acaba se perdendo nas palavras? A série divide muitas opiniões mas a minha opinião é que ela vai ter um peso diferente para cada pessoa, é algo que mexe com o emocional, mexe com lembranças... Algumas pessoas acharão os porquês da Hannah pura bobagem enquanto outras se identificarão. O que eu posso dizer é que o porquê do outro nunca é bobagem, as pessoas precisam ter empatia pelo próximo, se aquelas coisas não te afetam não quer dizer que não afetam a outros, e sinceramente como não se compadecer? Como não se sentir dilacerada? Como não pensar em como deve ser devastador uma pessoa sofrer tanto ao ponto de tirar sua vida? COMO...?

A série aborda temas importantíssimos como depressão, bullying, estupro, violência psicológica, homofobia, drogas e suicídio. Além de nos mostrar a vida pós suicídio, como isso devasta a vida dos que amam Hannah, como os pais e os amigos são mortos um pouquinho junto com ela, como se questionam o tempo todo...


Todos os personagens são essenciais para a história e alguns ganharam muito meu coração, alguns que estão sendo babacas mas que você sabe que não são eles de verdade, então agindo assim apenas para se encaixar em grupos de popularidade... e quantos por aí não agem exatamente dessa forma?

Se for para falar sobre tudo que a série representa eu teria que ficar aqui por horas, é recheada de reflexões, de emoções e de assuntos muito importantes, e mostra a adolescência nua e crua. Recomendo para todos, como um alerta, pra fortalecer, pra parar e pensar, e principalmente para não ser um porquê!!!

Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.
 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo