Netflix lança trailer da adaptação de "Caixa de Pássaros" (Bird Box)

26 outubro 2018

Após muita e muita espera e especulações sobre a adaptação original da Netflix do aclamado livro Caixa de Pássaros, enfim somos surpreendidos pela divulgação tanto do trailer quanto da data de lançamento. O longa pós-apocalíptico é dirigido por Susanne Bier e promete ser tão emocionante e fiel quanto o original, além de ser estrelado por Sandra Bullock e Sarah Paulson. Nas redes sociais, a Netflix divulgou que o lançamento será dia 21 de dezembro. Ansiosos?



Baseado no livro “Caixa de Pássaros“, de Josh Malerman, a trama narra a vida de uma mulher que vive numa sociedade pós-apocalíptica, onde uma força alienígena invadiu a Terra, fazendo com que qualquer pessoa que os observem entre em paranoia, atacando quem surge em sua frente e se matando. Por conta disso, as pessoas são obrigadas a viver com os olhos vendados.


PROMESSAS LITERÁRIAS FALHAS...

24 outubro 2018

Você, leitor, também promete coisas que sabe que não conseguirá cumprir? É sempre mais um capítulo, ou dizer que não compraremos mais livros, até que chegam as promoções... É justamente sobre promessas literárias falhas que iremos conversar nesse vídeo. Então vem se identificar comigo!

 ASSISTA AO VÍDEO! <3

[Resenha] Esperança e Resistência: O DIÁRIO DE MYRIAM

29 julho 2018

 Editora: Darkside Books
Gênero: Não Ficção
Página: 320
Classificação: 5/5 + FAVORITADO
Onde comprar: Amazon

Myriam é uma garotinha que mora em alepo, maior cidade da Síria e que hoje em dia está destruída, ela começou a escrever seu relato aos 6 anos de idade, em 2011. A guerra da síria é uma guerra muito difícil de se entender, pois consiste em muitos grupos com diversos tipos de interesses e o que eu posso te dizer é que você não terá esse tipo de explicação em O diário de Myriam, pois nem ela entende o que está acontecendo. como explicar pra uma criança os bombardeios, os tiros, os mortos, as destruições, sendo que é difícil até mesmo para nós entendermos?


Em seu diário Myriam nos conta como é sua rotina de vida em casa, na escola, como é o convívio com sua família, e em alguma passagens tão simples como "Hoje consegui ir pra escola", "Papai chegou e foi assistir televisão", "Fiquei pintando na mesa enquanto mamãe cozinha", acabamos esquecendo de que se trata de um livro real, parece até uma simples história de ficção, até que somos acordados por passagens como "Papai me disse pra quando ele der o sinal eu sair correndo de cabeça baixa", "Mamãe passou o dia com os olhos vermelhos", "Nos escondemos debaixo da escada enquanto lá fora acontecem os bombardeios" e voltamos a entender que aquilo é real, é devastador, é cruel, é doloroso, mas é real.


Myriam narra os fatos com a inocência de sua infância, mas ao mesmo tempo não consigo imaginar uma criança de 6/7/8 anos contando fatos tão fortes. ela é uma criança muito curiosa e que sempre pergunta o que está acontecendo, e pensar nela tentando entender o caos que está em sua vida é de partir o coração.


Muitas vezes nós vemos as noticias da guerra na televisão e somos egoístas ao ponto de nem nos importarmos direito, e o livro da Myriam é um sacode, um tapa, um soco no estomago que nos faz acordar e nos sensibilizar, afinal são vidas, vidas que só desejam viver em paz. Muitas vezes falta luz, água, comida, mas eles continuam tentando levar uma vida normal, mesmo com os misseis caindo sobre seus tetos.

A guerra ainda não acabou e nem tem previsão pro seu fim, e isso doí profundamente.

 

[Resenha] Aos Olhos de Zoe - Camila Pelegrini

20 junho 2018

 Editora: Coerência
Gênero: Romance
Página: 392
Classificação: 5/5 + FAVORITADO
Onde comprar: 

Zoe é uma cachorrinha que está na rua, abandonada por seus donos e que agora vive tentando sobreviver com o que acha para comer. Zoe não tem forma, não tem raça, Zoe pode ser qualquer cachorrinha que passar pela sua imaginação, ou qualquer uma que você vê abandonado na rua.

Mas um belo dia, véspera de ano novo, Melissa aparece na vida de Zoe. Claramente assustada, Zoe estranha aquela aproximação, mas seu doce coração logo se derrete pela atenção recebida pela humana. Melissa então leva Zoe para casa, e começa então a história...


Zoe é quem narra a história de Melissa, uma mulher linda e talentosa, casada com Lucca e que vive uma rotina cheia de amor. Melissa é pintora, seus quadros são absolutamente lindos e ela ama o que faz, já Lucca é advogado, e enfim depois de muita procura, conseguiu um super emprego num escritório ótimo. Aí começou todo o problema...

Melissa espera Lucca chegar do trabalho toda noite, porém cada dia que passa Lucca chega mais cansado, ou já jantou fora, ou não está muito disposto e Melissa vai ficando cada vez mais desanimada. A coisa toda ficou bem óbvia pra mim, Lucca estava traindo Melissa, até que tudo se confirma quando Mel descobre de uma maneira inesperada que a amante de Lucca está grávida dele.


Melissa está arrasada com tudo isso, mas para sua sorte a pouco tempo Gabriel entrou em sua vida e a ajuda a não afundar. Gabriel é um grande amigo, um homem viúvo que tem uma filha incrível chamada Alegra, e uma cachorrinha chamada Nica. Com seus cabelos enroladinhos e loiros, exatamente como um anjo, o professor de artes entra na vida de Melissa quando decide comprar seus quadros, e acabam construindo uma linda amizade que ajudará Mel a passar por essa fase de cabeça erguida.

Gabriel é um ser maravilhoso, sua positividade e a forma como enxerga a vida é contagiante, não é pra menos que criou uma garotinha maravilhosa que irradia amor por onde passa, Alegra é como raios de sol que aquece os corações.


Como já disse, a história inteira é narrada por Zoe, e ver a vida pelos olhos de uma cachorrinha é encantador. Tudo é contado com uma simplicidade e uma sutileza incrível, e como tenho uma cachorrinha, eu imaginei o tempo todo a Zara contando os fatos e vi que claramente ela falaria daquela forma. Nós é quem complicamos a vida, pra eles tudo é tão doce e simples, eles amam com tanta verdade e nascem com o amor que demoramos uma vida inteira pra entender.

Zoe não consegue compreender o porque Melissa anda tão triste, mas ela entende que basta ela ficar por perto que já é o suficiente. Ela também não entende o porque magoamos quem amamos se sabemos que vamos o perder, e porque quando perdemos não lutamos para encontrar novamente, afinal ela ama a bolinha dela, e faz de tudo para achar quando a perde... Olha o quão doce e simples e sincero são os sentimentos de um animal, não sei lidar com isso.


Gente eu poderia ficar horas falando de Zoe e do quanto a amei, sobre como seu coração é puro, sobre como Melissa é incrível, como Gabriel é fantástico e como Lucca é um babaca. Mas me limito a pedir pra que vocês leiam Aos Olhos de Zoe e vejam por vocês mesmo tudo isso. O final me deixou de coração apertado e quente ao mesmo tempo, sai desejando ter milhões de cachorro e olhando para os cachorros de rua com mais amor ainda. Eles são anjos que nascem pra dar amor, afinal não somos capazes de ser puros como eles.

RESENHA EM VÍDEO:

[Resenha] Borboletas na Janela - Sinéia Rangel

29 maio 2018

 Editora: Coerência
Gênero: Drama / Romance
Página: 260
Classificação: 5/5 + FAVORITADO
Onde comprar: 

Miguel é um renomado advogado, e que acabou de pegar um caso de aparente assédio sexual, mas seu cliente afirma que na verdade a "vítima" era sua amante. Na tentativa de solucionar o caso da melhor forma, ele resolver ter uma reunião com a possível vítima, quando descobre que é Laura, sua ex-namorada.

Miguel e Laura tiveram um relacionamento muito conturbado de 10 anos, Laura é uma mulher fria e calculista, sua unica ambição é poder e prazer, já Miguel queria um relacionamento profundo e construir uma família. Até que, sem explicações, Laura larga Miguel e vai embora para Nova York, o deixando totalmente despedaçado e desolado.

Anos se passaram até Miguel conseguir se reerguer e investir num novo relacionamento, aí que aparece Larissa. De início a semelhança física com Laura foi o que atraiu Miguel, mas com o tempo ele viu que Larissa era completamente diferente, um ser humano doce e apaixonante, e após dois anos juntos Miguel decide a pedir em casamento, porém Laura volta revirando tudo de ponta cabeça.

Nessa hora confesso que tomei um certo ranço de Miguel, mas compreendi que era um relacionamento mal resolvido do qual ele não conseguia se desapegar. Porém tudo muda quando Miguel descobre, de uma maneira inesperada, que possui um filho, do qual Laura deu para a adoção 5 anos atrás.


Miguel foi abandonado por sua mãe na infância, então ele sabe muito bem a dor de ato e fica indgnado com a capacidade de desapego de Laura e por não lhe dar a chance de ser pai. Começa então uma busca incessante por seu filho que está em algum lugar em Nova York, com a ajuda de Larissa que se mostra uma mulher forte e incrível.

Durante a história nós conhecemos a vida de Leon, uma criança de 10 anos que perdeu seus pais adotivos em um acidente quando tinha 5 anos, e a partir dessa fato sua vida virou uma grande luta pela sobrevivencia. Leon vive saindo de abrigos para lares temporarios e vice e versa, sempre na esperança de seus pais irem o buscar, já que ele não tem ciência de suas mortes, porém tudo aquilo se torna demais para ele, que decide então fugir e morar com outros menios orfãos, e lá ele conhece Elena.

Elena é uma menina da mesma idade de Leon, linda, amorosa, um verdadeiro anjo de tão doce, que perdeu sua mãe para o cancer. Elena e Leon se tornam como irmãos, prometendo cuidar um do outro. Até que na tentativa de cuidar de Elena, Leon acaba indo parar em um reformatório, e para sua surpresa recebe uma visita muito inusitada, de um estranho afirmando que é seu pai. Enfim a vida junta Miguel e Leon, porém Leon não acredita em suas palavras, ficando extremamente na defensiva.

Será que enfim eles vão conseguir vencer as barreiras e construir uma família?


Borboletas na Janela é um livro incrível, você começa a ler, e se envolver pela história de cada personagem e quando vê já está imersa em suas vidas como se fizesse parte delas. Cada um trás uma bagagem única, pesada e ao mesmo tempo linda, todos os personagens tem suas lutas internas mas todos tem um desejo único de serem amados e construírem um lar, e isso é extremamente tocante.

Aprendemos que cada pessoa tem um propósito nas nossas vidas e que elas precisam abrir as asas e voar quando seu objetivo se cumpre, e as vezes é doloso, mas é necessário. aprendemos também que família é quem ama, afinal vemos nessa história pais, mães e irmãos feitos através do amor, e não do sangue. O que constrói laços eternos é o afeto, o cuidado, e se importar verdadeiramente com o outro, afinal Laura deu a luz a Leon, mas quem o amou como mãe foi Larissa.

Confesso que me debulhei em lágrimas diversas vezes, e quando o livro acabou, fiquei com um misto de coração apertado com quietude. Queria mudar alguns aspectos da vida de Leon, pois o amei ao ponto de querer minimizar seus sofrimentos, mas o que a gente deve entender é que são nossas experiências que moldam quem somos, Leon é um ser incrível e sua história o fez assim!
“Abra as suas asas…E voe!”


 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo