[Resenha] Aquala e o Castelo da Província

01 abril 2014
Autor: Bernardo Fragoso
Editora: Giostri
Páginas: 286
Classificação: 
Sinopse: Extraterrestres. Será que realmente existem? De onde vêem? Será que são do jeito que os humanos imaginam? E se muitos deles já vivessem disfarçados entre nós, escondendo sua verdadeira identidade?
 Uma história sobre vida em outro planeta, deuses, poderes extraordinários, fadas, sereias e outros seres fantásticos.
Aquala e o Castelo da Província mostra que cada pessoa deve aproveitar sua época e que se deve buscar, incessantemente, a felicidade, tanto em situações únicas quanto em si mesmo.
"Aquala e o Castelo da Província" foi adquirido através da parceria com o autor Bernardo Fragoso.

Você acredita em extraterrestres? Não?! Thomas também não, até descobrir que ele próprio era um. Como assim? Seria obvio saber né? ETs tem aquelas cabeças enormes pra trás, três dedos em cada mão, pele verde e corpo magro... Nem todos, os de Aquala tem a aparência exata de um ser humano.
Thomas Flintch tem 14 anos e mora com o pai, sua mãe morreu quando ele ainda era um bebê em um ataque do vilão Tertius (porque sempre tem um vilão) que tem como propósito principal acabar com todos de sangue Flintch.
Os anos se passaram e Thomas descobriu sua verdadeira origem através de pistas e que não era o único entre seu grupo de amigos. Todos vão para Aquala e o planeta é incrível, cheio de seres, línguas, culturas, ambientes, costumes completamente incomuns. Isso foi uma das melhores e piores coisas do livro (pra mim): o melhor é que tudo foge da nossa "zona de conforto", conheci um mundo novo, seres novos, algo totalmente inusitado, o pior é que, justamente por ser um assunto que nunca li, me perdi um pouco e demorei na leitura, mas isso não anula a ótima história.
Mas como não poderia falta, Thomas passa por vários apuros em Aquala e o livro acaba com a sensação de que terá continuação. Será?

Gostei bastante da história, muito criativa, diferente e bem contada. Só acho que quando mudasse de cenário deveria ter algum aspecto que nos "avisasse", facilitaria no entendimento do enredo. Só por esse fato não dou nota máxima. Mas a história em si é maravilhosa, vale muito a pena ler.

OBS: Fiquei com medo de encontrar alienígenas por aí. Será? O.o

Para saber mais sobre o autor, Bernardo Fragoso, clique AQUI.








Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Gostei da resenha Suzane, mas confesso que a temática do livro não me atraiu muito. Assim como você, acredito que também ficaria perdida em algumas passagens da leitura. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Me interessei pelo livro por abordar um tema "clichê" de uma forma completamente diferente!
    Vai para a minha meta de leitura desse ano.

    Parabéns pela resenha, ficou ótima.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Su,

    Indiquei seu blog em uma tag de livros nacionais. Espero que participe.
    Beijos!

    http://www.amantesporlivrosefilmes.blogspot.com.br/2014/04/tag-livros-nacionais.html

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo