[Resenha] Não Se Apega, Não

18 julho 2014
Autor: Isabela Freitas
Editora: Intrínseca
Páginas: 256
Classificação: 
Sinopse: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar zinho? Que me desculpe o criador da frase "você deve encontrar a metade da sua laranja". Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.
Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.
Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.
"Não Se Apega, Não" não é um livro de história corrida com início, meio e fim, suponho que se adeque mais a uma conversa entre amigas, ou uma confissão. Isabela está cansada de se apegar a caras errados e resolve dar um basta no namoro de dois anos com Gustavo, e já não era sem tempo, afinal, ele era um grandioso babaca. Mas o grande problema de Isabela é não consegui ficar sozinha, ela precisava se sentir segura, protegida, amada, e com auto estima elevada, sentimentos que procurava nas paqueras. E todos eram príncipes encantados. E todos eram os caras perfeitos pra ela. E todos iriam dar certo dessas vez. E todos a decepcionavam.
É então que Isabela nos confidência todas as suas experiências trágicas, e o pior é que não são apenas os garotos que partem seu coração, e sim muitas amizades também.
Em meio as histórias de decepções nos identificamos muito e divertimos muito também. Com textos bem humorados Isabela nos ensina a desapegar e aprender com as nossas tristezas, mostrando que antes de embarcar em um relacionamento devemos levar uns itens básicos na bagagem, como por exemplo amor-próprio e felicidade. Mais que certa?! Difícil é colocar em prática HAHA :/

Isabela Freitas é antes de tudo blogueira e já fazia muito sucesso com seus textos antes de virar autora. Eu particularmente não conhecia, e me arrependo disso. Tem como recuperar o tempo perdido? 
Em uma entrevista da autora ela relatou quem nem tudo que está no livro são experiências próprias, e particularmente, tenho muuuuuuuuuuuita curiosidade pra saber o que daquilo realmente aconteceu. HAHA.







6 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

6 comentários:

  1. Oi :)

    Esse livro não me desperta a atenção, pois não é o tipo de leitura que curto, mas essa edição é fantástica. Dá vontade de comprar só para tê-lo na estante. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, estou lendo esse livro e não estou gostando muito, esperava muito mais. Achei a protagonista um tanto quanto criança para a idade dela =[
    Enfim, beijos.
    lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Caramba, eu adorei a sinopse e a resenha! Eu nunca tinha visto.
    Minha amiga tinha me mandado o primeiro trecho da sinopse mas eu não sabia que era desse livro. Vou precisar ler!

    http://dreams-in-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Me interessei muito pelo livro. Estou pensando em dar de presente para uma amiga (como indireta, se é que me entende kkkkk).
    Adorei a resenha.

    http://grafiademim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus! Que edição incrível. Só o trabalho bem feito da editora despertou minha atenção hahaha
    Seguindo, beijinhos <3
    http://pequeninabiblioteca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Caramba! Nunca ouvir falar desse livro ou autora, mas me interessei muito, parece ser ótimo!
    http://lecry.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo