[Resenha] Silo

06 agosto 2014
Autor: Hugh Howey 
Editora: Intrínseca 
Páginas: 500  
Classificação:  
Sinopse: O que você faria se o mundo lá fora fosse fatal, se o ar que respira pudesse matá-lo? E se vivesse confinado em um lugar em que cada nascimento precisa ser precedido por uma morte, e uma escolha errada pode significar o fim de toda a humanidade?Essa é a história de Juliette. Esse é o mundo do Silo.
Em uma paisagem destruída e hostil, em um futuro ao qual poucos tiveram o azar de sobreviver, uma comunidade resiste, confinada em um gigantesco silo subterrâneo. Lá dentro, mulheres e homens vivem enclausurados, sob regulamentos estritos, cercados por segredos e mentiras. Para continuar ali, eles precisam seguir as regras, mas há quem se recuse a fazer isso. Essas pessoas são as que ousam sonhar e ter esperança, e que contagiam os outros com seu otimismo. Um crime cuja punição é simples e mortal. Elas são levadas para o lado de fora. Juliette é uma dessas pessoas. E talvez seja a última.
Esse livro me conquistou antes mesmo de eu começar a lê-lo, quando fui apresentada à história em uma breve sinopse feita pela editora, vi que era o tipo de narrativa que eu gostava de assistir em filmes. Com direito a suspense, mistério e é claro um segredo! Sabe aquela história que você imagina: e se acontecesse isso no mundo? Poderia ocorrer? E se isso de fato existisse, como lidaríamos? 
A superfície da Terra é inabitável, gases tóxicos tornam a vida insustentável e o nosso planeta está devastado. Silo é o local onde todo o restante da humanidade vive, uma imensa construção subterrânea organizada em diversos andares que são divididos em setores, cada um com sua tarefa para fazer tudo funcionar como deveria. E para manter a ordem existem regras, aqueles que descumprirem serão mandados para o lado de fora, para a limpeza, onde poucos minutos com o ar contaminado são fatais.
É um sistema organizado, onde tudo funciona. As pessoas tem seus deveres e tarefas e tudo segue nos conformes. Até alguém se questionar o por que daquilo, por que funciona daquela forma e como chegaram até lá e além de tudo - a pior coisa que poderia acontecer no Silo- ESPERANÇA! Esperança de algo poder ser diferente, esperança que além de poder mudar um futuro, pode fazer a cabeça de uma multidão.
Gerações e décadas se passaram dentro do Silo, fazendo que o mundo que as gerações que agora vivem lá seja normal. Tanto tempo se passou que eles não sabem o que é um mundo exterior, o mundo se resume ao Silo, o que tem lá fora é apenas restos de um planeta que ninguém quer ver. Até mesmo o céu azul e borboletas coloridas parecem para eles coisas de livro infantis. Coisas da imaginação de um escritor, pois eles nunca viram ou viveram essa realidade.

E o mundo de fato se resume a isso? Não! Segredos são guardados nas profundezas assim como as pessoas. E a curiosidade de Juliette leva ela a ver que algumas verdades são piores que mentiras, e que essas verdades podem levar ao fim, não só dela, mas de tudo o que ela lutou pra proteger. 
Essa narrativa me fez querer descobrir esses segredos e mais. O por que ? Me fez questionar se o Silo de fato fora feito para proteção ou para aprisionamento. Me fez criar teorias loucas e torcer veemente pela vida de Juliette, uma pessoa que lutou tanto quanto ela merece no mínimo viver. Se bem que depois de descobrir verdades, viver, talvez seja a última alternativa. Um livro que facilmente se tornou um filme em minha cabeça. E me levou a imaginar, por que não ?
Escritos talentosíssimo, que fez valer à pena os três anos que levou para escreve-lo.


"-Nós somos as sementes - disse ele - Isto é um silo. - Eles nos botam aqui para os períodos difíceis."...
..."- O que acontece com as sementes quando ficam guardadas por muito tempo? - perguntou ela.
Ele franziu a testa...
- Nós apodrecemos - respondeu ele.- Todos nós estragamos aqui embaixo, e estragamos tanto que não vamos brotar mais.Ele piscou os olhos e a encarou. - Nós
nunca mais vamos brotar."


 


Para complementar a Intrínseca, a editora do livro, criou uma página para o Silo no site oficial. Lá eles apresentam um breve resumo da história em um desenho bem legal da planta do Silo mostrando como ele funciona.
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
6 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

6 comentários:

  1. Esse livro parece bem legal! Quero ler *-*
    Beijos!
    www.vivendodedevaneios.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que ler me fale o que achou Juliana. :)

      Excluir
  2. Super curioso pra ler esse livro, mas como ainda tem vários na fila né, vou ter que conter a curiosidade por enquanto kkkkkkkkkkkkk
    Adorei seu blog, muito show, parabéns!!!!
    Beijos!!!
    www.livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cláudio então põe logo esse livro no final da lista de leitura antes que apareçam outros no lugar. rs'
      Fica na curiosidade por enquanto, pois quando ler não irá se arrepender.

      Abraços.

      Excluir
  3. Muito interessante o livro...Seu blog desperta interesse para a leitura!Bjs!

    http://loucurasalucinantes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, fico feliz em ler isso. Esse é o nosso objetivo! :D

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo