Entrevista: Alma Cervantes

27 fevereiro 2015

Imagine você de férias no hotel da família com seus amigos e do nada as luzes se apagam, e quando voltam você e o restante dos hospedes descobrem que o cozinheiro foi assassinado na cozinha, e provavelmente o assassino ainda se encontra dentro do hotel. O que fazer? Em quem confiar? Quem é o assassino?

Intrigante, não?! É assim que se desenrola o surpreendente suspense Se Arrependimento Matasse, e o autor Alma Cervantes deu uma super entrevista pra gente contando como surgiu essa trama toda.


Memórias de uma Leitora: Conte um pouco sobre Se Arrependimento Matasse, como a história nasceu? 
Alma Cervantes: "Era muito fã de histórias policiais e quis escrever uma história do gênero com ambientação fechada (no caso, o hotel). Comecei escrevendo sem compromisso e fui levando cada vez mais a sério."
MDUL: Quando surgiu o seu interesse pela escrita?
AC: "Só depois de começar o livro. Como disse, comecei por diversão, mas fui percebendo que era o que eu queria levar para a vida."
MDUL: Você costuma escrever suspense, já pensou em escrever outro gênero literário? Qual?
AC: "Com certeza. Acho que minha área é mais mistério, mas não gosto de me prender. Contarei as histórias que eu tiver para contar, sejam elas quais forem. Aliás, tenho uma aventura fantástica recém-lançada de título "Mestiços" que é a prova disso.
MDUL: Tem livro novo no forno? Conte um pouco sobre ele.
AC: "Com certeza. Tendo terminado e publicado "Mestiços", já trabalho na continuação do livro (que será uma série), além de um mistério/suspense que já tenho terminado há algum tempo à espera de publicação."

MDUL: Falam muito que sua escrita se assemelha a da Agatha Christie, o que você pensa disso? Realmente ela possui influência sobre sua história?
AC: "Ela com certeza foi a autora de policial que mais li. De qualquer jeito, minha escrita tem estrutura um pouco antiquada, o que talvez deixe mais parecido. Mas, no geral, escrevo as histórias que tenho para escrever. Se fica semelhante, creio que seja mais coincidência do que qualquer outra coisa."
MDUL: Quais são os autores que você costuma ler?
AC: "Tenho variado bastante, mas os que mais li até hoje foram Agatha Christie, Georges Simenon e H.P. Lovecraft.
MDUL: Como reage as críticas positivas e negativas?
AC: "Tento sempre ser imparcial para melhorar. Há críticas boas e ruins (no sentido de terem fundamento ou de serem completamente sem noção), e eu tento tirar o melhor disso. Mas, no fundo, não gosto muito de que julguem as histórias... Sei que é impossível querer que não julguem/critiquem, mas não é um pouco cruel julgar a história das personagens? é como falar que não gostou da vida de alguém e que deveria ter sido diferente."
MDUL: O começo de carreira costuma ser difícil pra maioria. Como foi pra você?
AC: "Continua difícil, hahaha. É muito difícil fazer seu livro chegar aos leitores, e vejo isso principalmente agora que lancei "Mestiços" por e-book. Muitas pessoas não gostam de livros digitais e acabam deixando de ler por isso. Por outro lado, Se Arrependimento Matasse tem alcançado muitos leitores e blogueiros e recebido ótimas críticas!"
MDUL: Como é o relacionamento com seus leitores?
AC: "Tento ser bem disponível como autor para conversar com os leitores que quiserem falar comigo. E, lógico, nunca me canso de conversar sobre meus livros."
MDUL: O que você deseja passar para quem lê Se Arrependimento Matasse?
AC: "Primeiramente, agradeço à Suzane pelo espaço e atenção /o/ E deem uma chance ao livro! Mesmo que não sejam fã de policial, cada história é uma história completamente diferente da outra; e o mesmo para o "Mestiços"!

~ // ~

Eu quem agradeço a atenção de sempre Alma, e principalmente a oportunidade de ter lido seu livro que é incrível. Muito obrigada pela entrevista.

E então galera? Gostaram? Se interessaram pelo livro? Se Arrependimento Matasse está disponível nas principais livrarias e se você se interessou também pelo e-book de Mestiços ele está disponível no site da Amazon
Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.
4 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

4 comentários:

  1. Doidinha pra leeeeeer! Gente, amei de verdade!
    xoxo, B.
    Dossiê de Verão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeee, que legal saber que amou. Leia e depois venha me contar tuuuuudoooo.

      Grande beijo.

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo