[Resenha] Precisava de você

24 junho 2015
Precisava de Você
Autor: Pedro Guerra
Editora: Belas Letras
Páginas: 224
Classificação:
Sinopse: Então está aqui tudo o que eu guardei por algum tempo. A partir de agora eu pretendo escrever, desde o começo, a nossa história (se é que eu posso chamar assim). O nosso (des)romance. Acho que a melhor maneira de se livrar de alguma coisa (neste caso, de alguém) é colocando para fora. Então é isso que eu vou fazer. Eu vou te exorcizar de mim. Que droga. Que droga, Gabriel Vegas. Eu gostava de você pra caramba.


Este exemplar foi adquirido através de parceria com a Editora Belas Letras.

Esse livro foi único. Sabe aqueles livros interativos? Então, é parecido. Mas a interação que acontece foi entre quem escreveu e o livro em si. Vocês vão entender, ele é uma espécie de diário. Geralmente deixo para falar as qualidades do exemplar no final, mas foi justamente isso que me surpreendeu logo de primeira. A arte tanto interna quanto externa foi muito bem pensada, já me conquistou daí. A editora ainda fez capas alternativas que podem ser na cor azul ou rosa, as folhas são decoradas além de ter uma música própria do livro com direito a videoclipe e na versão em inglês também. Eles não foram perfeitos?

Vamos ao enredo! O livro -que é um quase diário- é o relato mais profundo de Lola Tavares, sabe por que mais profundo? Por que ela se apaixonou! Ela escreve desde o comecinho como que tudo aconteceu. E como foi? Amor a primeira vista. Depois de uma olhada, já era! Estava caindo de amores pelo Gabriel Vegas, isso quando ela nem ao menos sabia o nome dele. Quando ela decide começar a escrever, TUDO já havia acontecido, por isso que não é um diário é um desabafo.
Lola se apaixonou pelo cara de olhos azuis-quase-esverdeados que na opinião dela era o mais gato de todos- falo na opinião dela por que quando a pessoa tá apaixonada fica meio cega, então não dá pra acreditar muito, né- ela já na faculdade, ele um menino mais novo.
"Sabia que você novamente era um erro. Mas também sabia que eu nunca tinha sido certa mesmo. Então eu preferi errar."
O relacionamento acabou acontecendo e não deu certo!(não é spoiler, eu juro!) E como se livrar de um alguém que não sai da sua cabeça? Escreva, fale... jogue para fora de você tudo que restou daquela pessoa para bem longe de você, e assim foi feito! Em um relato bem humorado, leve e espontâneo Lola escreve sobre você Gabriel Vegas. Mas enquanto lemos podemos ver que Gabriel Vegas pode ser qualquer um, ela teve o dela mais cada um pode ter tido um Gabriel como ele na vida. Aquela pessoa que te fez sofrer ou brincou com o seu coração. Podemos ter um pouco de Lolita em nós e um pouco de Gabriel por aí.
A situação de iludida dela estava tão crítica que até música ela escreveu para um cara que nem estava lá quando ela precisava. E que literalmente brincou com ela.
"Eu precisava de você, Gabriel.
Mas você não precisava de mim.
Taí outra diferença avassaladora entre nós"
Por mais que o Gabriel seja mais novo a forma como Lola se comporta faz a gente pensar que ela que é a novata. O primeiro amor faz a gente fazer cada papelão. A personagem e a sua história de (des)romance faz o leitor criar identificação com ela -quem nunca passou por isso?- 
Só depois de sofrer muito ela percebe que ELA estava apaixonada, ELA estava em um relacionamento, ele nem tanto. Como todos, Lola só começa a perceber todos os erros e deslizes depois que está fora, depois que tudo acaba o filme começa a repassar e como ela diria: Tá aí a Lola Tola.
Precisava de você deveria ser leitura obrigatória para os adolescentes, um relato -tapa na cara- mostrando que uma hora ou outra um pseudo amor fará você fazer papel de trouxa, e se isso ainda não aconteceu, acalme-se você ainda irá se apaixonar. E é justamente  por isso que ela compartilha seu livro "diário", para nos alertar dos possíveis "Gabriel Vegas" que podem aparece pela nossa vida. É um livro que você não quer para até terminar, tem outros personagens que eu gostaria de descrever mais quando eu gosto de um livro eu me animo um pouco e acabo estendendo de mais a resenha. Minha indicação é lê-lo para conhecer a Lola assim como ela deixou que eu a conhecesse de perto.
"Quer culpar alguém, ponha a culpa no destino. Ninguém conhece a cara e o endereço dele mesmo, então é mai fácil. Eu sempre faço isso."
Ah, e o livro e repleto de quotes a cada página. Escrevi os meus preferidos nesta resenha.
"Ninguém quer quebrar a cara no amor, Lolita... Mas todo mundo tem um coração pronto para ser quebrado  alguma vez na vida..."

"Que mundo era aquele em que tudo estava, finalmente, dando certo? Certamente não era o meu! Quer, dizer eu sei que em algum momento da vida tudo está programado para dar certo - Do amor da sua vida ao trabalho dos seus sonhos - mais eu ainda tinha dezoito. As coisas ainda deveriam dar um pouco errado... Não ?"



Vídeo clipe da música Metáfora:

Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Gente que coisa mais fofa de livro! Onde posso encontrá-lo para comprar? Adorei o blog, tá lindo <3

    http://blogameninamoca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vanessa *-*
      Fui confirmar a informação pra você, as livrarias que tenho certeza que vendem é a Nobel e a Saraiva.

      Excluir
  2. Que lindo seu blog... por isso estou te seguindo, adorei o texto bjuxx e sucesso!!!
    http://blogvisualfeminino.blogspot.com/.

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo