[Resenha] A Escolhida - Amanda Ághata Costa

12 agosto 2015
Editora: Independente
Página: 360
Gênero: Fantasia / Romance
Classificação:
Sinopse: Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota dispersa na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais desde a infância. Devido à sua aparente doçura e beleza, ninguém seria capaz de supor que, além de um anjo, ela também era um demônio com sede de poder. Os espertos deveriam manter-se distantes, mas há olhares que não deixam de admirá-la. Egran não desperdiçaria a chance de apoderar-se de habilidades tão interessantes: ela é a escolha perfeita. Entretanto, nem todos se sentem realizados. O círculo seria um refúgio ideal para os demais feiticeiros, se o próprio líder não os tratasse como marionetes descartáveis. Movidos pelo medo e controlados pelo mestre, os componentes do grupo obedecem; sem pestanejar, às ordens recebidas. Ao se ver arrastada para lá, Ari se encontra diante de situações improváveis, arriscando-se a expor mais do que gostaria. Para ela, sentir algo que sempre esteve fora de seus limites. Não poderia vivenciar qualquer forma de emoção, esta era a promessa. Até que Luke surge em seu caminho e abala as estruturas congeladas, derretendo-as e modelando novos conceitos. O amor realmente fará brotar a alegria? Ou irá arrastá-la diretamente para a morte? O passado obscuro de Ari será o suficiente para fazê-la estilhaçar de uma vez por todas, não restando oportunidades para uma nova tentativa de se isolar do mundo.
A Escolhida foi adquirido através da parceria com a autora Amanda Ághata Costa.

Ari é uma jovem que foi abandonada por seus pais e viveu por muito tempo nas ruas, amargurada com sua história e seu destino, aprendendo a se virar sozinha. Até ser acolhida e cuidada com amor e carinho por Lina. Mas todo amor recebido não foi o suficiente para acalmar seu coração, Ari continuava praticando aquilo que lhe dava mais prazer na vida: tirar a vida dos outros. É impressionante a narrativa da personagem, detalhando como seduzia e hipnotizava suas presas para em seguida derramar-lhes o sangue que a deixava "viva".

Ari é metade anjo e metade demônio, fruto de um romance proibido, e a cada vida que ela tirava parte se suas asas caiam, a deixando quase escassas. Mas isso não a impedia, a mágoa e o rancor eram maiores e seu lado sombrio vencia com larga vantagem. 

Até que um dia Ari foi levada por dois homens desconhecidos: o arrogante Edlun e o misterioso Luke. Eles a levam para um lugar chamado Círculo que eram uma espécie de comunidade de Feiticeiros. Ari não entendia porque estava ali, e de forma alguma queria estar naquele lugar, mas o líder deles, Egran, tinha planos para ela.

Egran é um líder impiedoso e cruel, que manipula o Círculo impondo medo ao invés de respeito, e esse ser odioso sabia mais de Ari do que ela mesma. E foi dessa forma que ele a obrigou a permanecer no Círculo sob suas ordens, com promessas de revelações sobre sua história se ela fosse comportada e obediente. Mesmo sendo indomável, Ari resolve ficar para obter as respostas que tanto deseja, mas ela não seria tão fiel quanto Egran imaginava...

Muita coisa acontece e o Círculo se torna um lugar de grandes mudanças para Ari, seu coração duro e imune a qualquer sentimento começa a se render a amizade e ao amor. O misterioso Luke se revela um grande cara que irá amolecer o coração de Ari. Mas não será tão fácil assim, Ari não sabe lidar com os novos sentimentos e por medo foge deles. Apesar de o romance deles ser fofo aconteciam muitas briguinhas bobas, por ciúmes, por falta de compreensão e coisas do tipo... ok, é normal! Mas quando se torna recorrente acaba ficando cansativo... 

Mas algo que eu amei no livro foi a amizade de Ari com as meninas do Círculo que se unem para tirar Egran do poder (talvez as ações me encantem mais que os romances, hihi). Elas juntas formam planos para encontrar algo secreto que aparentemente derrotaria o líder carrasco, tudo é feito com o máximo de sigilo e planejado e eu estou louca para ver o desfecho disso... "UÉ SUZANE, MAS VOCÊ NÃO SABE O DESFECHO?!" Não, caros terráqueos, a autora fez um final cruel, deixando os leitores com água na boca pelo próximo livro.

A Escolhida é o primeiro volume de uma trilogia, e quem acompanha a autora nas redes sociais já sabe que ela está fazendo um final de arrancar os cabelos. E a autora acabou de ser contratada pela Editora Arwen (que também é nossa parceira), muito feliz por essa conquista linda <3

E me digam, terráqueos, vocês não morrem de amores todas as vezes que veem essa capa? Amandinha linda, pelo amoooooor, lança logo o segundo volume!!!!

Para saber mais sobre a autora, Amanda Ághata Costa, clique AQUI








0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo