[Resenha] Prometo Falhar - Pedro Chargas Freitas

05 agosto 2015
Autor: Pedro Chargas Freitas
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400
Classificação: 
Sinopse: Prometo Falhar é um livro que fala de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. Em crônicas desconcertantes, Pedro convida o leitor a revisitar suas próprias impressões sobre os relacionamentos humanos. A linguagem fluida, livre, sem amarras, faz querer ler tudo de uma vez e depois ligar para o autor para terminar a conversa. Medo, frustração, inveja, ciúme e todos os sentimentos que nos ensinaram a sufocar são expostos sem pudores. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra que é possível sair ileso de tudo, menos do amor. Você escolhe a ordem em que vai ler as crônicas do jovem escritor que tem 21 obras publicadas e é sucesso de vendas em Portugal.
Prometo Falhar é um livro que você tem que correr agora mesmo pra livraria mais próxima e comprar seu exemplar. O livro é um apanhado de vários sujeitos que nos confessam suas histórias de amores, nele se reúne todos os tipos de amores, entre casais, pais e filhos, mãe e filhos, amores não correspondidos, amores perdidos, amores eternos, amores inacabados, amores que nem começaram, amores que morreram, amores que machucam, amores que se amam... 

As várias crônicas nos dão um grande tapa na cara, somos levados as nossas próprias lembranças, nos identificamos de tal forma que temos a impressão que fomos observados por uma vida inteira pelo autor. Em várias outras crônicas percebemos que os personagens não se contentam com o comum, o normal, a rotina... eles preferem a adrenalina, a euforia dos sentimentos, o coração na mão, os amores por um fio para se sentirem vivos, afinal se o amor não for a plenos pulmões mais vale a pena morrer. Os sentimentos mornos, calmos, nada obscenos são dispensados sem pensar duas vezes.

Mergulhamos nesse emaranhado de sentimentos, somos levados do céu ao inferno, do nascimento a morte, da vida ao conformismo de não tê-la, do amor ao ódio, do carinho angelical a selvageria da cama. Somos embalados pelos corpos suados, prazer sem limites, orgasmos obrigatórios, desejos que exalam das peles dos amantes.

Crônicas não era um gênero literário que me agradasse, até ler Prometo Falhar. Pedro Chargas Freitas é um mestre em descrever sentimentos, ele nos aproxima de forma sublime dos personagens, entramos em seus corpos e sentimos o que sentem. A escrita é pura poesia e pura realidade ao mesmo tempo, sendo tão novo quanto familiar.

A confusão em que o autor nos coloca é quase um alívio, pois percebemos que nessa vida dura, difícil de por rédias, não estamos sozinhos, existem Pedros, Carlas, Barbaras e tantas outras pessoas que estão nos mesmos dilemas que a gente, sofrem com os mesmos amores que doem a alma e a identificação é praticamente obrigatória.

Amamos este livro do mesmo jeito que amamos nossos amores pela vida, INCONDICIONALMENTE <3 Só pra constar... leia o quanto antes!





Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo