[Tag] Os Sete Pecados Literários

28 setembro 2015
É esse o título que você viu mesmo. Diferente não é? Você com certeza já ouviu falar sobre os sete pecados capitais. E os sete pecados literários? 
Baseado nos pecados capitais, elaborei os errinhos que nós leitores estamos mais acostumados a cometer e eu duvido que você não irá se identificar em ao menos um deles. E que atire a primeira bolinha de papel quem nunca praticou um deles. 
E te desafio a ler e a encontrar um 8° pecado para adicionar à lista. Leitores prontos para confessarem os seus pecados?

"Eu sou um viciado em livros e não me arrependo de nada."          
1° Preguiça 
Aquele livro que está na sua estante pedindo para ser lido e está quase virando casa de aranha e traça e você não teve a coragem de ler ainda por preguiça. Essa vale para os leitores que também estão protelando para terminar um série/saga.
Eu me entrego, sou dessas.

2° Gula
Sempre querer comprar mais livros do que pode ser humanamente possível ler. A estante está lotada de opções mas sempre está a procura de mais. Por que não?

3°Avareza
Ter ciúmes dos livros todos nós temos, mas não querer que mais ninguém os leia e mantê-los sob cárcere na estante é um pouco cruel. Esse tipo de leitor pode ter mente aberta para o livros mas é mão fechada para emprestá-los a qualquer um. 

4° Ira
Aquele momento que o enredo atinge o ápice e você é rudemente interrompido, e é assim que você é tomado por esse sentimento. Ou até mesmo quando pedem emprestado o livro e quando ele volta para você parece até ser um exemplar de "Destrua este Diário"

5° Soberba
"Eu li e você não" Conhece esse tipo de pessoa que se acha o melhor do melhor do mundo por ir ao cinema ver a adaptação depois de ter lido o livro e se achar a pessoa mais sagaz da sala com direito a julgar da forma que quiser? Então...chatoo.

6° Vaidade
O leitor vaidoso é aquele que é atraído pelas capas mais bonitas  e até mesmo os exemplares para colecionador mais caros que houver; e se sair capa promocional do livro ele estará lá para comprá-lo também, mesmo que já tenha a versão anterior. Vaidade é fogo, hein! E caro!

 Luxúria:
Esse é típico entre os leitores. A estante está lotada de opções mais sempre que aparece uma promoção não resiste e se justifica  para si mesmo para amenizar a culpa. Um típico consumidor.

Quais foram os pecados literários que você se identificaram? E quais mais há para ser adicionado à lista?
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

Quote da Semana #41

26 setembro 2015
"Cantei falando sobre o peso da expectativa, os relacionamentos tóxicos e a inocência perdida. Cantei falando sobre como a depressão  pode se dobrar sobre sua cabeça como uma onda, afundando-o tanto que você não sabe onde fica a superfície e para onde deve ir para respirar."


Fingindo (Resenha) - Cora Carmack
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

[Resenha] A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff

25 setembro 2015
A Playlist de HaydenAutor: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Classificação: 
Sinopse:Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.
Perder um amigo próximo já não é fácil, e quando isso acontece de forma tão brutal como um suicídio enquanto você ainda é adolescente, é devastador. Ainda mais quando você é incumbido pelo seu melhor amigo a decifrar e entender o que aconteceu através de um bilhete deixado na cabeceira após a sua morte e uma playlist que pode ser reveladora.

Sam e Hayden faziam parte da vida um do outro, se não fosse esse apoio mútuo estariam sozinhos em mundo sem amigos. Sempre foram solitários e reclusos tendo apenas um ao outro. Após a morte de Hayden, Sam se vê sem apoio e sem o seu único companheiro por perto. Além de se sentir excluído, sente-se abandonado pelo próprio amigo que partiu de uma maneira tão cruel. A playlist estava lá para elucidá-lo a achar o fim do túnel e quem sabe descobrir o porque desse fatídico acontecimento. 

Motivos, Hayden tinha centenas para fazer o que fez e Sam sabia de todos eles incluindo o bullying que sofria dentro da própria casa. Mas ao seguir por esse caminho ele vai percebendo o quanto isso pode ser mais doloroso do que já é. Ele não era o único na vida do colega como ele pensava que fosse, ele tinha outros contatos, um lado que ele desconhecia.

Um livro sobre perda e encontros, culpa e arrependimento e uma playslist para embalar os capítulos.
"Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil."

Simples e tocante A playlist de Hayden está aí para mostrar que sempre há um caminho a seguir e nem sempre o que você tomar pode ser o mais correto a se fazer. Me fez pensar em quantos "Haydens" há por aí enclausurados dentro de caixinhas tentando desesperadamente gritar por socorro sem coragem de fazê-lo. Senti falta de uma relação direta das músicas com os capítulos, pensei que seria como um quebra-cabeças que cada estrofe e palavra teria algo para ser desvendado junto com o livro. Mas a música está aí para isso, para transmitir sentimentos mesmo quando as palavras não são o suficiente.





Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

[Gincana] Os Quinze Trabalhos da Arqueiro

18 setembro 2015

Olá leitores, tudo bem? Estou feliz da vida por está aqui com novidades literárias que irão agradar à todos vocês. A Bienal do livro rendeu aqui no Rio, mas agora que ela se foi e deixou saudades temos uma convocação sensacional para fazer aos leitores.

Durante a bienal, nós do Memórias fomos convidadas para um coffee break para blogueiros parceiros da Arqueiro e para a nossa alegria ficamos sabendo de notícias em primeira mão para compartilhar com vocês.

Estamos convocando vocês a participar da gincana Os Quinze Trabalhos da Arqueiro. Durante os 15 dias de gincana serão sorteados diariamente livros aos participantes além de todos os livros da editora estarem com 15% de desconto no site da Livraria Cultura dentro desses 15 dias.

Quer mais? No final dos 15 trabalhos haverá prêmios especias.
Os trabalhos terão início no dia 21 de setembro. Então GO GO GO!



 Maiores detalhes serão divulgados na fanpage da editora, então é só acompanhar e participar desse desafio com a gente.
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

[Resenha] Fingindo - Cora Carmack

16 setembro 2015
Fingindo
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Páginas: 336
Classificação:
Sinopse: Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la. Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. 
Achei que fazer a resenha de um livro que eu gostei tanto seria simples, só que não. Mais um desafio, explicar de maneira coerente e escrever uma resenha que façam outros leitores gostarem desse livro assim como eu gostei. Vamos lá!

Em um plano que tem tudo para ser temporário e seguir como o combinado onde ambos: Cade e Max se ajudariam por 24 horas. Mas como o inesperado sempre acontece em nossas vidas, os pais de Max gostam até demais de Cade -o namorado que deveria desaparecer de suas vidas depois de um dia- só que disso eles não sabiam. Cade é ator e tem pinta de bonzinho, não que isso o tenha ajudado alguma vez na sua vida e Max é a rebelde de sua família, onde tatuagens e cabelos pintados não são vistos com bons olhos. Mas a prova é passar apenas um dia e contracenar para seus pais que sua vida é perfeita, até por que o sonho de carreira de Max depende disso.

Sabe aquela sensação de nunca se sentir o suficiente e que mesmo que você faça certo as pessoas que deveriam te apoiar te julgam sempre como errado? É! Isso mesmo, sufocante. Max é impulsiva, cheia de energia e com muito a dizer através de sua música mas perto de sua família isso desaparece como cinzas e seu passado está sempre lá para lembra-la que ela não parece ser o suficiente. Cade centrado e sempre com as palavras certas está lá para mostrá-la que mesmo que marcado pela dor a vida tem que ser mais que um traçado de cores cinzas. 

"- A dor nos muda. A minha dor me fez querer ser perfeito para que ninguém jamais me abandonasse novamente.
...- A sua dor transformou você no Menino de Ouro. A minha só me deixou com raiva.
...- Sua dor a tornou mais forte. Ela fez você uma mulher incrível e cheia de vida. A dor fez de nós dois o que somos."

Um faz de conta com data marcada para terminar. Mas tem muita história para render.

Amei cada capítulo. Não tem como enjoar-se, eles são alternados entre a narrativa feita por Cade e por Max. Se complementam de maneira que a narrativa seja suave  e carregada de sentimentos, mas está longe de ser um livro de romance meloso. Cora Carmack, esse nome eu decorei.  A escrita dela é linda e de uma forma tão simples. Não sei dizer se foi por que os personagens da história me encantaram ou se foi apenas por que eu me identifiquei bastante com a Max. Bem, vamos combinar que foram os dois.

"-... o medo nos permite saber que estamos vivos. Ele me diz que você se importa com o que acontece entre nós porque a mente a  mente não perde tempo  tendo medo de coisas que não importam. "
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

[Bienal do Livro Rio] Saldo Final

14 setembro 2015

Olá queridos bookaholics! Já estão sentindo falta da Bienal do Livro? A passagem dela aqui pelo Rio de Janeiro já deixou saudades, mas além disso deixou as nossas estantes um pouco mais cheias diversas lembranças para o Memórias de uma Leitora.
Dias intensos de fila, aglomeração e todos os livros que gostaríamos de comprar em um só lugar e muuita mais muita felicidade de a cada stand encontrar um parceiro do blog ou um autor querido.

Participamos de vários eventos para blogueiros que as nossas editoras parceiras organizaram além de ganhar diversos mimos. Tem como não amá-los <3

Vamos ao saldo final da Bienal Rio!




Saldo Final: Suzane Cruz






Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"

[Resenha] Que Falta Você Me Faz - Harlan Coben

11 setembro 2015
Editora: Arqueiro
Páginas: 368
Gênero: Romance Policial / Suspense / Mistério
Classificação: 
Sinopse: Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Dois acontecimentos que ela ainda não conseguiu superar totalmente.
De uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas.
Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos.
Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir.
Neste livro, mais uma vez Harlan Coben trata de perigos e riscos que podem estar mais próximos da nossa realidade do que se imagina. O resultado é um romance instigante que traça um cenário verossímil e impactante, fazendo um alerta para ameaças atuais que rondam nosso mundo virtual.
Que Falta Você Me Faz foi adquirido através da parceria com a Editora Arqueiro.

Kat Donovan é uma policial de Nova York, tem 40 anos e mora sozinha. Desde o assassinato de seu pai e seu noivo a abandonou a dezoito anos atrás, Kat não se envolveu com mais ninguém, se dedicando apenas a sua profissão. Mas tudo muda quando sua amiga, Stacy, a inscreve no Você Faz Meu Tipo, um site de relacionamentos. 
Kat a princípio não gosta da ideia, a faz parecer desesperada... mas acaba cedendo e durante sua busca pelo site se depara com seu ex noivo, Jeff, e as únicas informações que continham era "viúvo, um filho". O choque foi imediato, surpresa e sem saber o que fazer Kat decide puxar assunto com o link de uma música antiga que Jeff amava, I ain't missing you at all. Mas Jeff não parecia querer relembrar o passado...

Enquanto isso Kat tentava, mesmo depois de dezoito anos, descobrir sobre o assassinato de seu pai. Todo o caso aparentemente estava resolvido, existia uma confissão e o assassino estava preso desde então. Mas Kat não engolia toda aquela história, acreditava que não passava de um laranja protegendo o verdadeiro culpado. E ela não iria sossegar enquanto não desvendasse aquele mistério...

Entre todos esses acontecimentos Kat é procurada por Brandon, um jovem de 19 anos que alega que sua mãe está desaparecida. Mas ao colher maiores informações do garoto Kat descobre que ela apenas foi viajar com seu novo namorado que conheceu no Você Faz Meu Tipo, nada demais... Ela estranha o motivo de o garoto insistir que ela investigue o caso, e não outro policial, e ao ser informada que o novo namorado de sua mãe era nada mais nada menos que seu ex noivo Jeff, ela se vê envolvida dos pés a cabeça nesse caso sem sentido algum...

Tudo parece em mais perfeita ordem, mas algo cheira mal a Kat, ela não sabe se realmente tem algo errado, ou se é o ciúmes falando mais algo, mas mesmo assim decide investigar, e o que descobre é de deixar os cabelo da nuca eriçados...

O livro é... fodástico (desculpe, não tinha palavra melhor), você se envolve num emaranhado de mistérios, suposições, um suspense que aflige e não te faz largar o livro. Harlan tem o dom de te deixar preso a história, com aqueles capítulos que terminam na melhor parte e te obriga a ler o próximo, o próximo, o próximo, até o fim da trama. Você cria várias suposições sobre as investigações e NÃO É NADA DO QUE VOCÊ PENSOU, a surpresa é constante. Quem matou o pai de Kat? Por que? Jeff é um sequestrador de mulheres em sites de relacionamentos? A mãe de Brandon está realmente desaparecida ou apenas encontrou um novo amor?
Você se questiona o livro inteiro, é fascinante. A história possui uma onda de crimes muito bem arquitetados, minuciosamente planejado, quase perfeito...

Não sei se consegui passar a verdadeira essência do livro, pois quando eu amo muito um livro eu não consigo falar sobre com muita clareza, hihi, mas eu amei num nível... Harlan Coben é REI!!


[Bienal do Livro Rio] 07 de Setembro de 2015

09 setembro 2015

Olá terráqueooooooos? Como estão? Por aqui está tudo lindo, encantador, maravilhoso, felicidade que não cabe no peito da leitora... Por que? Porque estamos em clima de Bienaaaaaaaaal!! Gente, não tem sensação melhor que sentir o cheiro daquele pavilhão cheio de livros assim que entramos <3 (siiiiim, amo cheiro de livros <3 <3 <3)

Eu já fui alguns dias na Bienal, mas hoje irei contar pra vocês sobre o MELHOR DIA (até o momento) DE TODOS!! 

No dia 07 de Setembro eu (Suzane Cruz), Thamires Vicente e Victória Cruz fomos a Bienal. Eu imaginei que o evento estaria super tranquilo, afinal não havia nenhum autor internacional que fizesse encher o local (sabe de nada inoceeeente). Primeiro que ao chegar no Rio Centro, por volta de 9:30hrs nos deparamos com uma fila QUILOMÉTRICA para entrar. Juro, eu andava, andava e nada de enxergar o final da fila. Começamos a entrar em parafuso, já que tínhamos um evento marcado as 10hrs de blogs parceiros das Editoras Arqueiro, Sextante e Saída de Emergência. Depois de muito correr e pedir informação, chegamos, e nos deparamos com pessoas lindas conhecíamos apenas pela telinha do computador e com um maravilhoso Coffe Break.

Natália, uma querida que cuida da gente por e-mail.
Imagem de Escritos e Estórias.
Em seguida fomos apresentados a um evento muito bacana, onde conhecemos um pouco mais sobre o Skoob e as editoras, os títulos publicados e os futuros lançamentos.


Ganhamos uma ecobag linda cheia de brindes, e entre eles estava o livro Mulheres da Carol Rossetti. Para nossa alegria fomos agraciados com a presença da escritora que gentilmente autografou uma fila grande de livros...

OBS: E a Victória ainda foi sorteada pra um kit do Skoob <3



Em seguida corremos para o evento de blogueiros da Qualis Editora. onde encontramos um time maravilhoso de mulheres denominadas Divas da Qualis. O evento foi extremamente divertido, ficamos sabendo de todas as histórias e opiniões de leitores... 
Também ganhamos um kit lindíssimo e demos uma super sorte da Thamires Vicente ser a ganhadora de um Kindle sorteado pela editora (LACROU A BIENAL!!!)



Depois de tantas emoções fortes fomos andar entre os estandes com um super sorriso no rosto. Compramos livros, ganhamos botons e marcadores, conhecemos autores, ganhamos abraços, sorrisos e sentimos o clima gostoso que só a Bienal pode proporcionar. Voltamos pra casa realizadas, cheia de cultura e ensinamentos na bagagem e com a certeza que livros é a melhor coisa do mundo, não tem como negar <3


Espero que vocês tenham curtido o post, não esqueçam de deixar seu comentário e se tornar parte do Memórias de uma Leitora nos seguindo. Grande beijo :*

Quote da Semana #40

05 setembro 2015
"Encontrar sua alma gêmea é como entrar numa casa onde você já esteve - você vai reconhecer a mobília, os quadros na parede, os livros nas prateleiras, as coisas nas gavetas; você é capaz de se localizar mo escuro se precisar."
Eu Te Darei o Sol (Resenha) - Jandy Nelson



[Top 15] Acessórios Para Amantes de Livros

04 setembro 2015
OOOOOOI PESSOINHAS, tudo bem com vocês?
Hoje vamos falar de acessórios. Quem é amante de livros (assim como nós aqui do Memórias de uma Leitora) ama também aquele colar, anel, pulseira [...] inspirado nas nossas histórias preferidas. Além de serem lindos para compor nossos looks do dia a dia, são ótimos pra presentear aquele seu amigo fã de literatura.
Então trouxe uma seleção de 15 acessórios que iremos querer pra ontem! 

1 | Bracelete do Pequeno Príncipe.

2 | Colar Vira-Tempo da Hermione, Harry Potter.

3 | Pulseira Sherlock Holmes.

4 | Colar O Hobbit.


5 | Anel As Crônicas de Nárnia.

6 | Anel O Mágico de OZ.

7 | Anel Game Of Thrones.

8 | Brincos Labirinto - A Magia do Tempo.

9 | Colar Vassoura do Harry Potter.

10 | Brinco O Senhor dos Anéis.

11 | Anel Alice no País das Maravilhas.

12 | Colar Laranja Mecânica.

13 | Colar Jane Eyre.

14 | Colar Khaleesi e Khal Drogo - Game Of Thrones.

15 | Anel Plataforma 9 3/4 - Harry Potter.

Gostaram galerinha? Quais que vocês queres pra suas coleções? Digam aqui nos comentários.
São uns mais lindos que os outros *----*

FONTE: Bored Panda
 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo