[Resenha] Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson

02 setembro 2015
Autor: Jandy Nelson
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Classificação: 
Sinopse: Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia.
Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém.
Contado em perspectivas e tempos diferentes, Eu Te Darei o Sol é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.
Quando o livro é um livro forte eu sinto uma certa dificuldade em resenhar. A Jandy Nelson é fantástica por conseguir descrever sentimentos tão profundos em palavras, e mesmo lendo as palavras dela eu só posso sentir...

Noah e Jude são gêmeos, daqueles gêmeos unidos, transformados em uma única coisa, com suas manias de gêmeos e tudo mais que duas pessoas que dividiram um ventre podem dividir na Terra. Os dois possuem muitos talentos, são considerados por sua mãe grandes artistas, do tipo que pinta, desenha, esculpe... e seu pai, como médico e cientista, acha tudo aquilo uma grande bobagem. Porém quem desenha é Noah, transformando todo seu intimo em um turbilhão de traços e cores, enchendo sua mãe de orgulho e gerando inveja em Jude.

Os gêmeos acabam por competir por tudo, pela atenção de seus pais, por saber quem tem mais talento, pelo novo vizinho Brian, e por todas as flores, árvores, oceanos, sol, céu, estrelas... do mundo. Mas quando sua mãe resolve os inscrever na famosa escola de arte, a brincadeira particular deles acaba tomando grandes proporções.
"- Em troca do sol, estrelas, oceanos e todas as árvores, prometo que vou pensar no assunto - digo, sabendo que ela jamais concordará. Jude sabe muito bem como prezo o sol e as árvores. Nós dividimos o mundo desde os cinco anos. Estou vencendo no momento; a dominação do Universo está ao meu alcance pela primeira vez.
[...]
- Certo - diz ela - Árvores, estrelas, oceanos. Tudo bem.
- E o sol, Jude.
-Ah, claro - diz ela, surpreendendo-me completamente - Eu te darei o sol."
O tempo passa e eles descobrem mais sobre si, como paixões, vontades, desejos... Jude se torna rebelde e popular, rodeada de garotos e amigas (as vespas, como Noah as define), se metendo em todas as encrencas imagináveis. Noah é emotivo, tímido e um daqueles garoto que os valentões adoram pegar no pé, ele se apaixona perdidamente por Brian, que se tornam amigos mas em certos momentos sua amizade abalada.

Em meio a turbilhões de acontecimentos, descobertas e mais descobertas, intrigas e mais intrigas, algo na família dos gêmeos desmorona, um acidente leva todo o sol de suas vidas os mergulhando em total escuridão.

O livro é divido por longos capítulos narrados por Noah (aos 13 anos, no passado) e Jude (aos 16 anos, no futuro). O estilo de divisão da autora foi algo que me chamou muita atenção, e achei extremamente interessante, pois conseguimos entender a visão de cada um sobre os fatos sem ficar com aquela repetição massante dos acontecimentos, entendemos como cada acontecimento mexeu com eles, como cada um possuía suas dores, suas mágoas e seus segredos em relação a família. Até que em certo ponto tudo é revelado, através de lágrimas e sustos todos os segredos são jogados pra fora libertando as almas de todos. No livro existem diversos personagens que dividem nossos sentimentos, alguns queremos agredir, e outros queremos abraçar eternamento por serem tão amor.
A história é extremamento profunda, e real, daquela que pode ser encontrada dentro de sua casa, ou na casa do vizinho, e isso que a torna tão tocante. Uma linda história de amor, mentiras e reconciliações...

P.S.: Noah, quero te abraças e te guardar de toda dor eternamente <3 <3 <3






0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo