[Resenha] Que Falta Você Me Faz - Harlan Coben

11 setembro 2015
Editora: Arqueiro
Páginas: 368
Gênero: Romance Policial / Suspense / Mistério
Classificação: 
Sinopse: Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Dois acontecimentos que ela ainda não conseguiu superar totalmente.
De uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas.
Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos.
Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir.
Neste livro, mais uma vez Harlan Coben trata de perigos e riscos que podem estar mais próximos da nossa realidade do que se imagina. O resultado é um romance instigante que traça um cenário verossímil e impactante, fazendo um alerta para ameaças atuais que rondam nosso mundo virtual.
Que Falta Você Me Faz foi adquirido através da parceria com a Editora Arqueiro.

Kat Donovan é uma policial de Nova York, tem 40 anos e mora sozinha. Desde o assassinato de seu pai e seu noivo a abandonou a dezoito anos atrás, Kat não se envolveu com mais ninguém, se dedicando apenas a sua profissão. Mas tudo muda quando sua amiga, Stacy, a inscreve no Você Faz Meu Tipo, um site de relacionamentos. 
Kat a princípio não gosta da ideia, a faz parecer desesperada... mas acaba cedendo e durante sua busca pelo site se depara com seu ex noivo, Jeff, e as únicas informações que continham era "viúvo, um filho". O choque foi imediato, surpresa e sem saber o que fazer Kat decide puxar assunto com o link de uma música antiga que Jeff amava, I ain't missing you at all. Mas Jeff não parecia querer relembrar o passado...

Enquanto isso Kat tentava, mesmo depois de dezoito anos, descobrir sobre o assassinato de seu pai. Todo o caso aparentemente estava resolvido, existia uma confissão e o assassino estava preso desde então. Mas Kat não engolia toda aquela história, acreditava que não passava de um laranja protegendo o verdadeiro culpado. E ela não iria sossegar enquanto não desvendasse aquele mistério...

Entre todos esses acontecimentos Kat é procurada por Brandon, um jovem de 19 anos que alega que sua mãe está desaparecida. Mas ao colher maiores informações do garoto Kat descobre que ela apenas foi viajar com seu novo namorado que conheceu no Você Faz Meu Tipo, nada demais... Ela estranha o motivo de o garoto insistir que ela investigue o caso, e não outro policial, e ao ser informada que o novo namorado de sua mãe era nada mais nada menos que seu ex noivo Jeff, ela se vê envolvida dos pés a cabeça nesse caso sem sentido algum...

Tudo parece em mais perfeita ordem, mas algo cheira mal a Kat, ela não sabe se realmente tem algo errado, ou se é o ciúmes falando mais algo, mas mesmo assim decide investigar, e o que descobre é de deixar os cabelo da nuca eriçados...

O livro é... fodástico (desculpe, não tinha palavra melhor), você se envolve num emaranhado de mistérios, suposições, um suspense que aflige e não te faz largar o livro. Harlan tem o dom de te deixar preso a história, com aqueles capítulos que terminam na melhor parte e te obriga a ler o próximo, o próximo, o próximo, até o fim da trama. Você cria várias suposições sobre as investigações e NÃO É NADA DO QUE VOCÊ PENSOU, a surpresa é constante. Quem matou o pai de Kat? Por que? Jeff é um sequestrador de mulheres em sites de relacionamentos? A mãe de Brandon está realmente desaparecida ou apenas encontrou um novo amor?
Você se questiona o livro inteiro, é fascinante. A história possui uma onda de crimes muito bem arquitetados, minuciosamente planejado, quase perfeito...

Não sei se consegui passar a verdadeira essência do livro, pois quando eu amo muito um livro eu não consigo falar sobre com muita clareza, hihi, mas eu amei num nível... Harlan Coben é REI!!


1 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

1 comentários:

  1. kkk também sou assim, quando gosto muito do livro não sei falar muito sobre ele. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo