[Resenha] O Bangalô - Sarah Jio

06 janeiro 2016
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance / Drama / Mistério
Páginas: 320
Classificação: 
Sinopse: Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seus pais como enfermeira em Bora Bora.
Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.
O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas... Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.
A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

O livro começa com Anne Calloway, uma senhora que recebe uma carta enviada por uma desconhecida que trás lembranças se seu passado. E nesse mar de lembranças, Anne resolve contar a sua neta a história de sua vida, então somos transportados para o passado...


Anne é uma jovem que mora em Seattle nos anos de 1942, tem uma boa vida, família estabilizada, profissão, noivo bem sucedido, tudo que o que toda mulher daquela época desejaria ter, porém ela não tinha o principal, felicidade.
Kitty, sua amiga, era completamente despreocupada, vivia a vida se entregando a paixões passageiras, aproveitando o momento sem amarras, e Anne, apesar de repreendê-la, se perguntava se era assim que deveria viver. Mas o que ela realmente queria era encontrar um amor que fizesse seu coração bater mais forte, será que ela sentia algo tão forte assim por seu noivo?

A situação da época não era das melhores, viviam nos horrores da Segunda Guerra Mundial, com seus homens indo para a guerra e muitas das vezes voltando devastados. Recém formadas em enfermagem, Anne e Kitty decidem ir para Bora Bora para servir como enfermeira nos ferimentos da guerra, onde eram sempre necessárias.


A ilha acaba por ser um lugar mágico e devastador, uma realidade completamente diferente da que Anne vivia, lugar simples, que guarda muitos segredos. Aparentemente o lugar tinha o poder de modificar as pessoas, e essa crença se fez muito presente em Kitty. Anne se perguntava constantemente o que tinha acontecido com sua amiga, que já não era mais a mesma, não tinha o mesmo olhar, as mesmas atitudes (KITTY, KIRIDINHA, VEM CÁ PRA EU TE ENFORCAR!!). As consequências da guerra eram cruéis, Anne já não podia contar tanto com sua amiga, e nessa mistura de sentimentos Anne encontra O BANGALÔ, um lugar simples, mas que aplacava suas dores, e onde nasceu seu amor pelo soldado Westry. Porém, pelas crenças do povo da ilha, o lugar carregava uma maldição...

Westry é um soldado da guerra, porém é completamente diferente dos brutamontes com quem as enfermeiras tem de lidar na ilha, atencioso e gentil, um verdadeiro cavalheiro. 
O bangalô era o segredo de ambos, o lugar que iam para se unir e se fortalecerem naquela ilha. Até que coisas estranhas começam a acontecer, crimes, mistérios, segredos, e o romance dos dois fica abalado.

O período de alistamento de Anne acaba e ela precisa voltar para Nova York, mas como voltar para aquela vida se seu coração havia ficado na ilha? Kitty não volta com sua amiga, decide prolongar seu período em outro país e tal atitude deixa Anne desconfiada.

A partir dai é spoiler (hehe) mas posso dizer que é quando engoli o livro que já estava uma delícia. Somos levados a um mar de emoções, quis gritar com os personagens, quis matar alguns que se tornaram um grandioso filho da *&%@, quis chorar, quis pular de empolgação, quis abraçar aquele livro e dormir com ele porque é perfeito demais. O desenrolar é totalmente inesperado, você fica de queixo caído a cada descoberta, a cada virada de página era um mistério revelado e o final acabou com meu coração sentimental. Socorro que eu amo esse livro!!!! Sarah Jio sua linda, virei fã!! 
A leitura é super rápida e gostosa, você lê que nem sente, e como a história é fantástica ajuda muito na velocidade. Não vou dizer que vocês podem ler, VOCÊS DEVEM LER!!!! CORRE, JÁ, AGORA, GO GO GO!!

6 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

6 comentários:

  1. Puxa, livros com histórias assim não são fáceis de escrever. Parabéns amiga autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei a leitura, amo livros difíceis de escrever então kkkk me prendeu totalmente. Obrigada pela visita, beijos :*

      Excluir
  2. Olá!
    A sua resenha está ótima e bem passional kkk o que me deixou com mais vontade de conferir essa história.

    Beijos
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida, leeeeeeeeeeeia o quanto antes e volte pra me contar tudo. Obrigada pela visita :*

      Excluir
  3. To com esse livro esperando aqui na estante, chorei tanto em Neve na Primavera que estou me preparando para fortes emoções em o Bangalô. O.O Aiiii meu coraçãaaaoooooo meninaaaa, só quero ver hem! :D

    Até daqui a pouco! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkk Amanda, socorro, não me diz isso!! Tô com Neve na Primavera me olhando aqui suplicando pra eu lê-lo, e agora sei que vem fortes emoções, AIN MEU CORAÇÃO!!!!

      Espero que ame o livro tanto quanto amei, volte pra me contar. Bjos enormes <3

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo