[Resenha] Ligeiramente Escandalosos (Os Bedwyn 3) - Mary Balogh

03 fevereiro 2016
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época
Série: Os Bedwyns #3
Páginas: 288
Classificação: 
Sinopse: Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor.Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata.Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima. Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam. Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.
Lá vem mais um Bedwyn pra alegrar nossas vidas, sério gente, é impossível dizer o quanto eu amei essa série! Vamos lá.. hihi

Freyja Bedwyn está indo para a cidade de Bath numa viagem de última hora. Ela nega mas todos sabem que o motivo é fugir do seu passado, ainda com o coração preso a Kit ela não suportaria estar por perto quando o filho dele com Lauren nascesse. Era pra ser ela ali, ela com ele, ela com o filho deles, mas não foi assim... e ela não precisaria estar por perto para ver tudo aquilo e sentirem pena dela.


No caminho para Bath ela precisou se instalar em uma estalagem nada sofisticada, mas era sua única opção no momento. O quarto não tinha trancas, mas ela mesmo assim dispensou sua criada, não precisava ser vigiada e queria paz. Até que seu quarto é invadido por um estranho que estava fugindo de algo/alguém e mesmo aos berros de Freyja ordenando que ele se retirasse, o estranho se escondeu nos seus aposentos fazendo-a mentir que não havia mais ninguém por ali. Apesar de todo o escândalo, Freyja se divertiu quando o estranho desapareceu pela janela. 

Bath é uma cidade tediosa, totalmente diferente do espírito rebelde de Freyja, os moradores se reuniam no Pump Room desfrutando da crença de que suas águas eram boas pra saúde, pura bobagem na opinião de Freyja. Certo dia ela resolveu sair para passear sozinha, afim de espairecer a cabeça daquele tédio todo, até que escuta gritos vindo dos arbustos e se depara com o estranho aparentemente agarrando uma criada. A situação vira um caos quando Freyja se indigna e se compadece pela criada assustada.


O estranho era Joshua Moore, o marquês de Hallmare, lindo, encantador e totalmente abusado e rebelde, fato que tira Freyja dos nervos, mas que obviamente também conquistará sua admiração!! O marquês não exerce seu título, ganhado depois da morte de seu primo, prefere viver longe de suas propriedades, se comportando como se não tivesse responsabilidade alguma. Sua arrogância irrita com frequência Freyja, mas ela deve admitir que após encontrá-lo ali o tédio se dissipou em parte.

Ambos decidem se divertir com a suposta rixa, até que Joshua se vê em um beco sem saída, a ponto de ser forçado a casar com sua prima Constance contra a vontade de ambos. Então ele e Freyja, na intenção de provocar a insuportável marquesa, anunciam um noivado de mentira. No dia seguinte eles desfariam a brincadeira e lembrariam disso com diversão, porém não será tão fácil sair dessa confusão!!


O livro é MARAVILHOSOOOOOOOO, a rebeldia de ambos me atiçou, me encantou e eu me divertir tanto quanto eles. O final é clichê mas o meio é instigador, Freyja é totalmente fora dos padrões da sua época e assim cria muitas confusões da qual amei. Ela se comporta tão arrogantemente que ou você a ama ou a despreza. Somos levados a inúmeras aventuras do dois que me deu vontade de ter o espírito rebelde de Freyja. Mary Balogh arrebentou novamente e já estou ansiosa pelos outros livros. Já disse alguma vez que eu AMO OS BEDWYN? <3





Para ler resenhas de Os Bedwyn 1, 2, 4 e 5 clique nas respectivas imagens acima!


Suzane Cruz
Suzane Cruz, 23 anos, baiana que mora na Cidade Maravilhosa. Potterhead, bailarina e formada em Design de Interiores. Andou vivendo o que lê e precisou de companhia.
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo