[Memórias em Série] Orange is The New Black

01 julho 2016
Título original: Orange is the New Black
(Laranja é o novo preto)

Data de estreia: 17 de junho

Temporada atual:  4ª temporada

Total de episódios: 13 episódios

Disponível no Netflix









Esperei, esperei durante muito tempo essa série voltar e finalmente quando ficou disponibilizada no Netflix assisti toda a quarta temporada em dois dias. Dois dias! 13 episódios em 48 horas foi uma verdadeira maratona para mim! E demorei a escrever porque, precisava de tempo para lidar com tudo aquilo. 

Fazendo uma comparação as temporadas anteriores, poderia até dizer que essa foi uma das que mais me agradou. Nos post anteriores do Memórias em Série eu havia dito que já estava achando repetitivo e cansativo a Piper (personagem principal) e só não desisti de assistir por que gostava de todos os outros personagens. Depois dessa temporada eu ainda não a odeio, mas ainda prefiro as outras meninas.

Tantas coisas me surpreenderam, muita coisa rolou naquela prisão. O último episódio acabou com as detentas fugindo em direção ao lago e o quão curiosa fiquei para descobrir o que iria acontecer! Expectativa!? Tudo facilmente resolvido com a tropa de choque. E com ela o novo chefe se segurança da prisão que não é o que parece.

A famosa Judith King está finalmente dentro dos muros de Lichfield e parece que ela não precisará aprender a "sobreviver" por lá, já sabemos que quem tem influência tem proteção, já a Sophia não está lá pra contar a história. Cada vez mais Litchfield está parecendo uma organização com fins lucrativos e sendo controlada por pessoas em uma sala que nem se quer sabe a diferença de uma prisão de segurança máxima e uma mínima, vendo as detentas como mão de obra barata e isso causou muitas mudanças. Mas OITNB foi muito além disso, cada personagem teve o seu destaque e os seus próprios problemas para lidar e haja história para contar.

"Sabe a diferença entre dor e sofrimento
A dor sempre está lá.
Mas sofrer é uma escolha"


Mortes inesperadas, segredos, novos casais, separação racial de gangues, tráfico, abuso de autoridade, relacionamentos proibidos, tudo isso é esperado e foi preparado com maestria nessa nova temporada.

Mas de tudo duas coisas me surpreenderam, Caputo está mudado e de uma forma boa. Parece que ele não está apenas preocupado com a gestão da prisão mas também com o bem estar das detentas, em vários momentos ele põe-se a frente para que as coisas de fato funcionem do jeito certo, mas no fim das contas será que todas as ações de tentativa de uma melhora compensa a falta de atitude em certos momentos críticos?

E um segundo ponto. Eu chorei! Nunca imaginai que OITNB conseguiria essa proeza, mas foi difícil de não se emocionar com os últimos episódios. Indico que assistam os dois últimos de uma vez. 

O que tenho a dizer, valeu apena espera.

Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo