[Resenha] O Guia Definitivo do Mochileiro das Galáxias - Douglas Adams

20 julho 2016
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção científica
Páginas: 670
Classificação: 
Sinopse: Segundos antes de a Terra ser destruída para dar lugar a uma via expressa interespacial, Arthur Dent é salvo por Ford Prefect, um E.T. que fazia pesquisa de campo para a nova edição de O Guia do Mochileiro das Galáxias. Pegando carona numa nave alienígena, os dois dão início a uma alucinante viagem pelo tempo e pelo espaço. 






A Arqueiro arrasou na edição e publicação desse livro, ele é de capa dura! Eles fizeram uma boa escolha ao juntar todos os livros de o mochileiro das galáxias em um único volume que além de prático vai ficar lindo na minha cabeceiraEu já havia ouvido falar bastante desse livro e soube inclusive que as primeiras publicações foram um sucesso com diversas adaptações para tv, filme e até vídeo game e por isso decidi conhecer também esse tão aclamado livro.

Logo no início a Terra e atacada por seres do espaço e é destruída, pulverizada e vai as ares e um único humano escapa dessa. Arthur Dent ou é o cara mais sortudo do planeta Terra ou o mais azarado por que depois que ele vai para o espaço ele conhece as coisas mais loucas e inimagináveis. Junto de Ford Prefect ele sai por aí como um mochileiro tentando -literalmente- sobreviver, parece que a cada respirada que ele da ele está em uma confusão diferente, quem diria que até fazer uma simples refeição seria tão difícil de se conseguir no espaço.

De início achei tudo meio louco, estava tentando me encontrar na narrativa onde tudo parecia estranho e ao avesso, mas depois que você se situa e "entra no livro" começa a ficar divertido e cria curiosidades em coisas que pelo menos eu não havia refletido, como: a resposta para a pergunta fundamental sobre a vida, o universo e tudo mais. Mas... você está lendo o Guia do Mochileiro das Galáxias! Um livro -ops, GUIA- fora dos padrões terráqueos, logo a resposta nunca parece ser muito óbvia. E eu achei isso muito legal! É como se você estivesse brincando de imaginar um faz de conta como fazíamos na infância, onde as coisas mais absurdas pareciam funcionar.

Mas apesar de tudo isso que escrevi, tem várias coisa que fazem sentido, algumas analogia são usadas e assuntos contemporâneos são até satirizados de forma cômica-é só ler com atenção-

"De início , Ford elaborou uma teoria para explicar esse estranho comportamento. Se os seres humanos não ficarem constantemente utilizando seus lábios -pensou ele-, eles grudam e não abrem mais. Após pensar e observar por alguns meses, abandonou esse teoria em favor de outra: se eles não ficarem constantemente exercitando seus lábios -pensou ele-, seus cérebros começam a funcionar. "

Este guia QUE É DEFINITIVO como eles ressaltam é um apanhado de tudo que um mochileiro precisa saber para aventurar-se pelo universo com palavras que quase parece um trava língua de tão complexas além de possuir coisas singulares como: robôs depressivos, máquinas que se suicidam, Vogons -você não irá querer conhecer um-, um presidente fugitivo com duas cabeças e computadores com Personalidade Humana Genuína. E Arthur, um simples humano viaja pelo Universo, vê o aniquilamento da Terra-e sobrevive-, participa de guerras e conhece essas criaturas extraordinárias.

Para quem gosta de mundos fantasioso e de ficção científica esse livro faz você sentir-se o mochileiro desbravador das galáxias. E como indicação esse seria um livro que eu leria facilmente para uma criança -acredito que elas gostariam de ouvir- mas em doses homeopáticas tá, por que tem mais de 600 páginas!

Ah! Eu não conseguiria me aguentar e não contar essa! O espírito de mochileiro aventureiro dese livro me animou. A Terra na verdade não é um planeta, é uma experiência! Um grande computador controlado por criaturinhas... 
"Na verdade, não era o infinito. O infinito é uma coisa chata, nos dois sentidos da palavra. Que olha para o céu à noite está olhando para o infinito; a distância é incompreensível, portando sem significado."
"A ciência conseguiu algumas coisas fantásticas, não vou negar, mas acho mas importante estar feliz do que estar certo."
"De início , Ford elaborou uma teoria para explicar esse estranho comportamento. Se os seres humanos não ficarem constantemente utilizando seus lábios -pensou ele-, eles grudam e não abrem mais. Após pensar e observar por alguns meses, abandonou esse teoria em favor de outra: se eles não ficarem constantemente exercitando seus lábios -pensou ele-, seus cérebros começam a funcionar. "







Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Eu vi esse livro na livraria Nobel e me apaixonei rs,ainda não li nenhum dos livros e esse,por ter todos,seria mais prático pra mim :D
    Vou ver se encontro mais em conta pra comprar <3
    Adorei a resenha :D
    Beijos ^.^
    littlewonderscrm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim! Foi uma ótima ideia a de juntar todos em um, perfeito para pessoas como eu e você que nunca havia lido nenhum deles. Só de ver que era de capa dura me conquistou, por isso que ele é um pouco mais caro que os outros mas vale a pena.

      Obrigada pelo comentário Jennyfer.
      Beijos.

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo