[Resenha] Pecados no Inverno #3 - Lisa Kleypas

31 agosto 2016

Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época
Série: As Quatro Estações do Amor #3
Páginas: 288
Classificação: Sinopse: Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela!A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão.Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.
Galerinha, se eu já amava a série As Quatro Estações do Amor, agora é que eu estou apaixonada de vez!! Nós já lemos e resenhamos por aqui os dois primeiros volumes da série, Segredos de Uma Noite de Verão e Era Uma Vez no Outono. Pra quem ainda não conhece a série, ela conta a história de  quatro solteironas que se juntaram para conseguirem casamentos umas pras outras, começando pela mais velha de todas Annabelle, no primeiro volume, e no segundo casamos a maravilhosa Lillian.

Já no terceiro volume é dedicado a Evangeline Jenner. Evie é uma moça extremamente tímida que vive uma constante pressão por parte de sua família para que arranjasse um casamento e com isso desenvolveu uma gagueira que a impede de se comunicar com tranquilidade e mostrar seu verdadeiro potencial.


Descobrimos que a nossa Evie passou por maus bocados nas mãos de seus familiares que a impediam de ter contato com seu pai, que era dono de casas de jogos, além de a agredirem fisicamente e psicologicamente. Suas amigas não faziam ideia do que Evie passava, porém, nossa protagonista estava decidida a dar um basta em tudo isso, e é aí que entra Sebastian na história...

Sebastian St. Vincent é um conhecido libertino, todas as mulheres que passassem poucos segundos próximas dele estavam arriscando toda a sua reputação, porém o grande mulherengo estava desesperado por dinheiro. E foi após uma atitude nada honrosa de Sebastian no segundo livro da série (da qual não posso contar pois seria um enorme spoiler) que Evie teve uma grande ideia, iria propor casamento a Sebastian.


A proposta iria salvar a ambos, Evie se livraria definitivamente de sua família ambiciosa, e Sebastian obteria a herança que a moça logo receberia. Evie não queria nada de seu futuro marido, ela o deixaria livre para continuar a procurar por mulheres, apenas procurava por sua liberdade e exigia que ficasse perto de seu pai até que ele morresse.

Era uma proposta irrecusável, e sem pensar muito St. Vincent aceitou e partiram imediatamente para Gretna Green onde poderiam se casar sem nenhum impedimento. A viagem foi rápida, pois Evie tinha medo de que sua família a alcançasse antes de concluir seus planos e consumar seu casamento. Aliás, essa era uma das exigências de Evie, dormiriam juntos apenas uma única vez, para Sebastian não seria problema, afinal não dormia mais de uma vez com a mesma mulher.


Na viagem eles aproveitaram para se conhecer um pouco, e ambos começaram a se surpreender, Sebastian passou a enxergar a força e coragem que Evie possuía, aquela timidez escondia a mulher teimosa e valente. Evie enxergou em Sebastian um homem que se importava e até mesmo carinhoso.

Quando voltaram da viagem, já casados e consumados, Evie tratou logo de cuidar de seu pai que morreu rapidamente, e para seu espanto Sebastian passou a cuidar da casa de jogos. Nem Sebastian conseguia explicar o porque estava se importando tanto, mas sentia uma necessidade e um prazer em cuidar de Evie e de tudo que posse dela. Obviamente o casamento que era apenas de conveniências passou a criar laços que ambos negavam fortemente. E pra falar a verdade, eu amei demais como Evie torturava Sebastian negando tudo do que ele era acostumado a receber de bom grado.


A partir do momento que Sebastian passa a tomar as rédias da casa de jogos, acontecem inúmeras coisas. Muita ação, segredos desvendados, sentimentos encubados, e muita sedução. O livro é incrível e mostra de uma forma super gostosa a mudança literal que sentimentos fortes causam, mas que ao mesmo tempo tornam as mentes não preparadas para isso totalmente confusas. Como lidar com algo tão forte que você não está esperando? Será que o melhor caminho é mergulhar fundo ou se afastar desse estranho que te consome por dentro? 

O livro também fala indiretamente sobre perdão, sobre como o sentimento de abandono e negligencia pode destruir um ser humano, como o amor, compaixão e cuidado podem salvar o ser humano, são tantos acontecimentos e tantas coisas pra se falar que se eu não parar com essa resenha ela ficará enorme (mais do que já está). Mas para encerar eu gostaria de dizer que só precisamos de uma oportunidade e de compreensão para externarmos o melhor que temos dentro de nós!!!


Para ler resenhas de As Quatro Estações do Amor 1, 2 e 4 clique nas respectivas imagens acima!

5 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

5 comentários:

  1. Olá Suzane! Tudo bem? :)
    Adorei a resenha, e embora não conhecesse fiquei bastante curiosa em relação ao livro, a série em si parece ser bastante interessante!
    E queria dar-te os parabéns pois as fotos estão lindíssimas e super profissionais querida.
    Se puderes passa lá no meu blog também ficarei muito grata! Beijo ♥
    Blog Alexandra's World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah mas que linda, fico muito feliz que tenha gostado das fotos e do blog, muito obrigada. A serie é maravilhosa, pode ler sem medo ❤️❤️❤️

      Excluir
  2. Eu tb li e resenhei este livro. Gostei demais de Evie e Sebastian. Pra mim este foi bem diferente dos anteriores, pois não tem toda aquela ambientação em bailes e festes sem fim, mas nos trouxe um ambiente diferente, assim saiu da mesmice, senão seriam livros mto parecidos.
    Sua resenha está ótima.
    Bjs
    www.caprichosbyneli.com

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo