[Resenha] Quando o Amor Bater à Sua Porta - Samanta Holtz

21 setembro 2016
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Páginas: 304
Classificação: 
SinopseEle tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.
Não é segredo pra ninguém que a Samanta Holtz é minha autora preferida, que sou louca nos livros dela e que leio até a lista de supermercado se me permitirem, e depois de dois anos esperando por um livro novo, eis que surge Quando o Amor Bater à Sua Porta, com uma capa linda e uma história incrível. Li o livro muito rápido, porque sempre devoramos com voracidade aquilo que amamos, mas demorei para fazer a resenha porque não encontrava palavras a altura desse livro, e pior que ainda não as encontrei, mas preciso falar dele pra vocês, nem que seja na versão fã babona..

Malu  é uma escritora renomada, conhecida por suas histórias de amor, independente e determinada que mora em São José dos Pinhais e sua única família próxima é seu avô de 98 anos que mora numa casa de repouso. O Sargento, avô de Malu, é um senhor tão simpático e adorável que eu tive vontade de abraçar e proteger, e os conselhos dele para nossa protagonista são os melhores. Além disso tem Rebeca, sua secretária e fã número um, a moça é um amor de pessoa, super prestativa, cheia de vontade de ajudar, porém é desastrada e perdida, coisas que as vezes incomodam Malu, e pra ser sincera me identifiquei com a maravilhosa Rebeca, hehe.


A vida de Malu é toda regrada, ela mantém uma rotina controlada. até que certo dia estava tentando criar um final para sua nova história e um estranho bate à sua porta dizendo se chamar Luiz Otávio. O mais chocante nessa parte é que o estanho tem o mesmo nome do personagem de Malu, é como se o Luiz Otávio tivesse saído do livro e resolvido bater em sua porta, só que o Luiz Otávio da vida real estava com problemas.

Luiz diz que sofreu um acidente de carro a caminho de se encontrar com Malu e perdeu completamente a memória, a única pista que ele tem é um papel com o nome de Malu em uma reunião marcada para dias atrás, e sua esperança era que ela pudesse ajudá-lo a descobrir quem é. Malu assustada com aquilo tudo decide ligar para Rebeca, para saber se agendou alguma entrevista com algum Luiz Otávio, mas como Rebeca é extremamente atrapalhada e desorganizada, ela também não consegue saber quem é o desconhecido.


Ainda desconfiada com toda aquela história, Malu e Rebeca decidem ajudá-lo a descobrir sua identidade. Só que a coisa não seria tão fácil assim, não havia rastro nenhum que pudesse dizer quem era Luiz Otávio, e Malu começou a perceber que Luiz tentava conter uma aflição por estar perdido e sem pista alguma. 

No meio disso várias coisas aconteceram, Malu precisa urgentemente de um final para seu novo livro, do qual ela entrou num bloqueio criativo que não consegue se livrar, e por outro lado a preocupação com Luiz Otávio está tomando um rumo diferente e eles passam a criar uma intimidade maior. Luiz é um cara encantador, é esforçado, divertido, sincero, ótima companhia e que tem extrema gratidão por toda ajuda de Malu.


É claro que ambos iriam criar um afeto grande um pelo outro, mas inúmeras coisas os impediam de se entregar a esse sentimento. Malu se fechou para o amor após um passado que ela quer esquecer, além do mais ela não sabia nada sobre aquele cara, e se ele tivesse uma família com esposa e filhos o esperando!? Tais hipóteses também rondavam a mente de Luiz, mas ele tinha um curiosidade de desvendar os segredos de Malu que nos faz entrar nesse caminho junto com ele.

O livro da Sam te faz perceber que o amor pode literalmente bater á sua porta, mas será que apenas isso basta? A resposta está no próprio livro: Não! Se você não estiver aberto para recebê-lo, se você não estiver disposto a se importar, ele poderá ir embora pelo mesmo caminho que veio. E essa é a maior lição que eu tiro desse livro, devemos nos importar mais, porque a nossa felicidade pode sempre ter estado ali pertinho e nós a ignoramos por puro egoísmo, por puro medo de arriscar. 


Quando o Amor Bater à Sua Porta é repleto de emoções, por várias vezes me peguei de olhos marejados e em certo ponto já estava inundada em lágrimas pela descoberta LINDAAAA de algo que eu nem desconfiava. A Sam tem esse poder de nos surpreender e encantar. E de todos os livros que já li da Samanta, esse foi o mais real, porque lida com acontecimentos do cotidiano e te faz se identificar de uma maneira absurda. Quantas vezes o seu maior empecilho foi você mesmo, quantas vezes não havia vilão algum que te impedisse de ser feliz, e sua armadilha era apenas seu medo? A maior verdade é que muitas das vezes quem está por trás das suas frustrações é seu medo de se decepcionar.

É sempre muito difícil resenhar quando eu amo de paixão um livro, eu sempre procuro expressar a grandiosidade da história e sempre sinto que falta algo, e infelizmente não tenho o dom da Samanta de encantar com as palavras, então peço que leiam, por favor, e sintam o amor bater à porta de vossos corações!!!


6 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

6 comentários:

  1. Olá Suzane, tudo bem? :)
    Não conhecia este livro, gostei bastante a história parece ser muito cativante à leitura não é?! Gostei imenso da tua resenha querida, está super completa mesmo, parabéns pelo post.
    Beijinho ❤
    Alexandra's World
    *Se quiseres passar no meu blog também, tenho um post novo e ficarei muito grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ale (a intima) o liro é sensacional, eu sou apaixonada pela escrita da Samanta, é incrível num nível que nunca vou saber te explicar, só leia!

      Excluir
  2. Olá.
    Que resenha lindaaa e me deixou com mais vontade de ler esse livro. Parece tão maravilhoso... Ainda não li nada da escritora, mas já estou ansiosa para me "aventurar" um pouquinho.

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se jogaaaa, é incrível. Leia e depois venha me contar o que achou!

      Excluir
  3. Suzaneeeeeee, sua linda! :)

    Por onde começar esse comentário??? Parabenizando pela resenha linda? Agradecendo pelos elogios que me fizeram sorrir? Ou contando quanto me admirei com a forma poética como você dividiu aqui as reflexões e aprendizados durante a leitura? :)

    Agora sou eu que estou com vontade de imprimir sua resenha e encher de post-its coloridos! ^^

    Muito obrigada por escrever sobre mim e sobre meu livro com tanto carinho! De coração!!

    Beijo enorme, lindaaaaa :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaaaah que honra, meu coração se enche de felicidade lendo seu comentário. Tudo o que eu disse é mérito todo seu, foi você que despertou todos esses sentimentos em mim. Obrigda por ser incrível <3

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo