[Memórias em Série] How to get away with murder - 1° temporada

28 outubro 2016
Título: How to get away with murder

Data de Estréia: 25 de setembro de 2014

Gênero: Drama

Temporada atual: 3° temporada

Total de episódios: 15 episódios

Criação: Peter Nowalk

Elenco: Viola Davis, Billy Brown, Alfred Enoch

Direção: Michael Offer, Shonda Rhimes

Emissora Original: American Broadcasting Company


Okay, precisamos falar sobre isso! Eu sei que eu tenho bastante séries para assistir mas eu andava um tanto quanto órfã de atenção já que praticamente todas estavam naquela pausa chata entre as temporadas. Depois de resistir, tentar e acabar procurando por outras indicações, comecei a assistir How to get away with murder -leia-se "Como se livrar de um assassinato!"-

A série é macabra? Nem tanto... um pouco vai. Vamos combinar que com um título desses já era de se esperar. Mas não é aquele tipo de série que tem violência gratuita a todo custo, ela é mais um daqueles quebra cabeças difíceis de resolver. E o que você sempre se pega pensando é o por que das atitudes dos personagens e os seus impulsos. Não há lados, há o lado da Annalise.


Meu Deus! Oh mulherzinha! Mas antes deixa eu explicar. A série conta da relação de um grupo de estudantes novatos de direito em sua aula de Direito Criminal com a professora mais casca-dura de todas, Annalise Keating. Com muito custo esses cinco estudantes entram no grupo "premiado" de estagiário que ela leva para trabalhar com ela em seu escritório de advocacia com casos criminais reais de seus clientes. 

Parece que certas coisas atraem, por que em meio a tantas papeladas processuais de crimes esses estudantes acabam vendo-se em uma cena real de assassinato e é aí que você começa a ver que a faculdade faz sentido. De uma hora para outra eles veem toda teoria aprendida em sala de aula sair do papel e entrar em prática e começam a se virar do avesso para se livrar do tal assassinato. Com a presença é claro da melhor professora criminal da área!


Espero que vocês assistam por que você vão aprender a amar e odiar a Annalise, em maioria odiar mesmo. Ela é uma pessoa totalmente difícil de entender, principalmente as suas motivações e parece que está disposta a fazer de tudo -mesmo!- para conseguir o que quer, mas parece às vezes que nem ela mesma sabe. O que ela mais gosta de fazer é o jogo de manipular pessoas, e tenho que admitir que ela é muito boa nisso. Os únicos momentos que redimem a personagem -e por pouco tempo- são os momentos de fragilidade e insegurança que mostram o seu lado humano, mas de resto a mulher é uma diaba! Essa atriz é nota dez!


Deu para perceber que estou amando, assisti todos os episódios da primeira temporada em dias e já estou no fim da segunda, e o melhor: tem no Netflix! Comecei a ver sem pretensão, só para ver o episódio piloto e acabei assistindo vários episódios e sinceramente espero que vocês tentem assistir também e gostem tanto quanto eu. Ah, eu vejo legendado mas a dublagem até que é muito boa, fica a dica.

Assista o trailer:

Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Falam tão bem dessa série, mas nunca tive interesse em assistir, uma vez peguei uns 10 minutos, mas não me prendeu a atenção. Talvez, mais futuramente, eu tente assistir desde o início.


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não tinha expectativa alguma. Ia assistir apenas ao episódio piloto e acabei vendo a metade da temporada em um dia.
      Espero que tente novamente.

      Obrigada por comentar.

      Excluir
    2. Eu também não tinha expectativa alguma. Ia assistir apenas ao episódio piloto e acabei vendo a metade da temporada em um dia.
      Espero que tente novamente.

      Obrigada por comentar.

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo