[Resenha] A Herdeira #4 - Kiera Cass

26 outubro 2016
Editora: Seguinte
Gênero: Romance / Fantasia
Série: A Seleção | 4° volume
Páginas: 391
Classificação:
Sinopse: Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, a filha mais velha do casal. Criada para ser uma líder forte e independentes, ela nunca quis viver um conto de fadas como o de seus pais. Por isso, antes de conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, a jovem está totalmente descrente.Mas, assim que a competição começa, a situação muda de figura, e Eadlyn percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto imaginava. 


OBS: Possíveis spoilers sobre os livros anteriores da série!



Vinte anos depois do casamento de America e Maxon voltamos ao castelo e conhecemos Eadlyn, a primogênita do casal. Após uma alteração na legislação, Eadlyn é a primeira herdeira na linhagem do trono real. 

Max fez muitas alterações como rei, e uma delas foi a extinção das castas tornando Illéa um ambiente próspero e igualitário. Eadlyn cresceu com muitas responsabilidades, fora criada para ser uma verdadeira rainha, sua infância/adolescência fora cheia de lições, tarefas complexas, estudos e treinamentos, e por ser mulher era ainda mais difícil, ela tinha que se mostrar forte e competente. Eadlyn tem tudo para ser amada, mas é uma personagem soberba, mimada e prepotente.


No castelo ainda vivem também o irmão gêmeo de Eadlyn, Ahren, que só perdeu o trono por uma atraso de 7 minutos no nascimento, mas que daria um rei incrível; Kaden, o irmão do meio; Osten, o caçula atentado. Além dos casais Aspen e Lucy, Marlee e Carter com seus filhos Josie, que é uma garota extremamente irritante que adora se aproveitar do fato de morar no castelo; e Kile, que eu me apaixonei de cara!

Apesar da abolição das castas o preconceito com os menos afortunados continuava, isso trouxe uma revolta na população que criou esperanças de um futuro melhor, o que colocou a família real em maus lençóis. Foi então que Max teve uma ideia para acalmar a população: seria feita uma nova seleção.


Eadlyn é uma personagem que não se imagina de jeito nenhum apaixonada, é independente e não pensa em se casar. Por esse motivo, quando Max propõe uma seleção para ela, a princesa se torna logo arredia. Porém ela acaba por ceder para o bem da população e com algumas condições.

Essa seleção é completamente diferente, pois é a primeira que acontecerá com uma princesa. Então as portas do castelo são abertas para 35 rapazes que tem como objetivo conquistar o coração da durona Eadlyn.


A seleção começa e a personalidade forte de Eadlyn fica muito em evidência, algo que eu gostei muito porque dá fluidez a leitura e conseguimos ver que apesar de estamos novamente num ambiente de seleção, a história se desenrola totalmente diferente dos primeiros livros, calando a minha boca quando questionei se a história não iria apenas se repetir.


Eadlyn começa a refletir sobre sua vida, seus comportamentos e suas responsabilidades como futura rainha, e eu comecei a criar empatia por aquela personagem irritante do começo da história, começamos a entender melhor sua forma de agir, afinal ela tem uma cidade inteira nas costas.


Kiera novamente trás um livro fácil e gostoso de se ler. Ainda senti falta de saber como foram os primeiros anos do casamento de Max e America mas mesmo assim eu gostei bastante do livro, tem uma história cativante e um tanto previsível, mas estou ansiosa para ler A Coroa e saber seu desfecho. Kiera continua sendo impecável em suas histórias <3



Para ler resenhas de A Seleção 1, 2 e 3 clique nas respectivas imagens acima!
4 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

4 comentários:

  1. Olá!
    Adoreeeei as fotos! Ficaram lindas <3
    Li até esse volume da série e fiquei bem desapontada com "A Herdeira". Não sei se foi a personalidade da personagem que me afastou, ou o fato de eu ter achado que não acontece absolutamente nada de interessante no livro todo (só no final, haahah).
    Parabéns pela resenha!!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura? Que pena, eu gostei bastante do livro mas a personalidade dela realmente é difícil. Mas acho que tem justificativa. Obrigada por seu comentário, beijos ❤️❤️❤️❤️

      Excluir
  2. uauuu!! ainda não li *A herdeira*,mais tenho vontade de ler,acho linda as capas.
    suas fotos sempre lindas!!
    te marquei em uma tag
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/2016/10/tag-literaria-livros-que-me-lembram.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah eu agradeço muito todo carinho que você tem e por estar sempre aqui comentando. Beijos enormes ❤️❤️❤️ E leia A Herdeira 💜

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo