[Resenha] O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida - Kate Eberlen

01 fevereiro 2017
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Páginas: 432
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Tess e Gus foram feitos um para o outro. Só que eles não se encontraram ainda.E pode ser que nunca se encontrem... Tess sonha em ir para a universidade. Gus mal pode esperar para fugir do controle da família e descobrir sozinho o que realmente quer ser. Por um dia, nas férias, os caminhos desses dois jovens de 18 anos se cruzam antes que os dois retornem para casa e vejam que a vida nem sempre acontece como o planejado.Ao longo dos dezesseis anos seguintes, traçando rumos diferentes, cada um vai descobrir os prazeres da juventude, enfrentar problemas familiares e encarar as dificuldades da vida adulta. Separados pela distância e pelo destino, tudo indica que é impossível que um dia eles se conheçam de verdade... ou será que não? O primeiro dia do resto da nossa vida narra duas trajetórias que se entrelaçam sem de fato se tocarem, fazendo o leitor se divertir, se emocionar e torcer o tempo todo por um encontro que pode nunca acontecer.
A tantas coisas para dizer sobre esse livro, é tanta coisa que rola que daria uma novela, é de fato a história de uma vida. E digo isso por que gostei bastante do livro e não consigo pensar em uma só coisa para falar por que são tantas.
"- É engraçado, não é? - pergunta ela - Temos dicionários cheios de palavras incríveis, mas a única frase que os seres humanos inventaram para expressar sua paixão singular e infinita são quatro sílabas pequeninas e inadequadas."
Tess e Gus, o livro é divididos em capítulos que são intercalados entre esses dois personagens e é contado de forma cronológica. Desde a adolescência esses dois vem se cruzando pela vida e às vezes se esbarrando. Em vários locais diferentes, mas sem se conhecerem de fato, apenas relances por vezes imperceptível por eles.


O drama na vida dos dois e  o luto são coisas em comum e tantas outras coincidências que aconteceram na vida de ambos. Para mim a tristeza profunda e as incertezas da vida de Gus e Tess só fariam sentido se eles estivessem juntos, onde seria o momento que eles se encaixariam como um quebra-cabeça complicado e cheio de peças. E na verdade era isso que o destino a todo momento estava querendo mostrar, fazer acontecer na vida deles.

Tess, perdeu a mãe quando era adolescente por causa do câncer e daí em diante ela teve que se sustentar e ainda com pouca idade tomar conta da irmã mais nova que é um tanto diferente e que posteriormente descobre que sofre da síndrome de Asperger, o que torna o relacionamento dela com o mundo um pouco mais difícil. Para cuidar dela, Tess teve que deixar os planos da faculdade de lado. Mas o que mais a preocupa é que ela possa em algum momento ter câncer e que ela deixe a sua irmã desamparada. E no quesito relacionamentos ela certamente não se saí tão bem, já que o seu noivo a traiu com a sua melhor amiga ou a sua melhor amiga a traiu com o seu noivo, dá no mesmo. E depois começa a se relacionar com um homem comprometido.


É triste de ver como ela se anula em sua vida pelo bem da sua irmã, tentando manter ela estruturada e segura e com isso acaba se esquecendo de si mesma, tendo como objetivo viver pelo menos até a sua irmã saber se virar sozinha e com isso a vida vai passando. Mas em tudo isso que mais causa raiva nessa situação toda e que de todos os sacrifícios silenciosos que ela faz e todo medo que sente de ter o mesmo destino da mãe, a família nunca ajudou desde a morte da mãe e ainda é julgada por estar se fazendo de mártir.
"- Todas as coisas boas têm um fim e tenho certeza de que sua mãe lhe ensinou isso!"

Já Gus, leva consigo o rancor e amargura desde o dia da morte de seu irmão, ele se culpa por não sentir ressentimento e sim alívio; mas isso o segue por toda a vida por que é difícil para ele admitir. Por que afinal, que tipo de pessoa ele seria se fizesse isso. Mesmo depois da morte parece que ele sempre irá viver a sombra de seu irmão mas velho, sempre comparado e nunca tão bom quanto ele, até mesmo para seus pais. Vivendo esse turbilhão ele acaba por decidir fazer faculdade de medicina, sua vida tem um grande potencial para dar certo mas parece que ele apenas não consegue seguir o rumo certo. Depois de trair a pessoa que amava ele, Gus se casa com Charlote, uma médica e ex-namorada de seu falecido irmão. É angustiante, parece que Gus vive eternamente sob uma nuvem negra, até mesmo nos momentos mais alegres de sua vida parece que há uma tristeza constante em seu amago. Se vê reduzido de potencial médico de sucesso para um cara que fica em casa para cuidar das filhas enquanto a sua mulher faz tudo menos ficar com a família.


Isso me fez pensar se há de fato um pessoa no mundo que se encaixe perfeitamente com você, a sua alma gêmea ou se há alguns desses por aí e pode ser que você dê sorte de encontrar. Será que é assim que amor a primeira vista acontece? A pessoa que de fato é o seu par. Por que pensem assim... pessoas ideais para você, provavelmente irá encontrar algumas pela vida, mas aquela pessoa que é a perfeita... será que no meio de tanta gente teríamos capacidade de encontrá-las e reconhecê-las ?
"Depois que você mente sobre uma coisa, você perde o respeito pela pessoa para quem mentiu."
Como toda história, só faz sentido quando chega ao final! Faz você pensar em todos "E SE?" Que poderiam acontecer na história desses dois. Mas a vida é assim, cheia de incertezas, faz você refletir se caso você soubesse todos os "E SE?" que a sua vida levaria, fariam você fazer diferente.
Uma novela eu diria. Um livro com altos e baixos e com um roteiro indefinitivamente tão embaralhado e indefinido pronto para surpreender os leitores.
Sensível e tocante. Com momentos de alegria e de verdades que  e de real como a vida é.

"Será que esse negócio de alma gêmea não estava relacionado ao fato de que a emoção que chamamos  de amor, que eu ainda não tinha vivenciado, era tão poderosa que fazia você acreditar que aquela era a única pessoa no mundo para você. Não era mais uma questão de definição do que de destino?"
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
16 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

16 comentários:

  1. Nossa que resenha mais maravilhosa. Eu adorei a capa desse livro e a história dele... fiquei super curiosa pra ler a história ♥ irei atrás para comprar.

    ResponderExcluir
  2. Nossa fiquei muito curiosa para ver o final desse livro haha adorei a resenha Bjs

    http://lehblogg.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Menina, and eu vejo que a editora é a Arqueiro, já sei que tem 90% de chance de eu gostar do livro! hahaha
    A história parece muito boa mesmo, vou por na minha listinha de livros para ler!

    Ah, seu blog é muito fofo!

    www.negavaidosa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sinto o mesmo Paola, se é da Arqueiro já sei que tem a grande possibilidade de eu gostar muito, e esse não foi diferente.
      Obrigada pelo elogio.

      Sucesso na leitura.

      Excluir
  4. Adorei a capa do livro, e a sua resenha ficou ótima! Confesso que não gosto muito de romance, mas a historia me deixou curiosa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom eu gostou. Apesar do título e tudo o mais, ele está mais para um drama do que para romance.
      Espero que leia ele.

      Abraços.

      Excluir
  5. Adorei sua resenha.
    Adoro drama e esse é bem do jeito que gosto.
    Fiquei curiosa pra saber mais da história e de como ela foi superando cada problema.
    Já entrou pra minha lista.
    Bjao
    Deise (www.margaridabrilhante.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um leitor! Weee. Espero que goste e que seja surpreendida Denise.

      Beijos

      Excluir
  6. Já tinha ouvido falar do livro, mas só pelo nome, não havia lido nada sobre, agora ele está parecendo maravilhoso, tô mega curiosa, amo livros e tô bem parada com a leitura, amei a indicação ;-;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um bom livro para você ler então. Um drama com um pouco de suspense e cheio de expectativas. Quero sabe que achou da leitura hein?!

      Excluir
  7. Já ouvi falar desse livro, mas nunca me chamou a atenção. Porém eu gostei muito da tua resenha e já penso em ler.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em ler isso. Espero que tenha a oportunidade de lê-lo.

      Beijos

      Excluir
  8. Nossaaa, adorei sua resenha, nunca tinha ouvido falar no livro, mas fiquei super curiosa, parece ser bem legal!!! Adorei conhecer seu blog, beijos!

    https://sejaumunicornio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigada. Ele foi um lançamento recente da Arqueiro e já que ficou curiosa, dê uma oportunidade à ele.
      Boa leitura.

      Excluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo