[Memórias em Série] Santa Clarita Diet - 1° temporada

03 abril 2017






Título Original: Santa Clarita Diet

Data de estréia: 13 de fevereiro de 2017

Gênero: Comédia

Temporada atual: 1° temporada

Total de episódios: 10 episódios

Criação: Victor Fresco

Elenco: Drew Barrymore, Timothy Olyphant, Liv Hewson, etc.

País: EUA / Série Original da Netflix




Recentemente estava a procura de uma série que eu pudesse assistir rápido e que ocupasse algumas horas da minha noite. E como o Netflix tornou-se uma referência e um prato cheio de séries para escolher, lá fui eu. Eu já havia visto a miniatura dessa série no aplicativo e achei o título um tanto curioso mas não prestei muita atenção, depois de um tempo por curiosidade fui ler a sinopse e me deparo com a descrição de uma mulher que come carne humana! MAS O QUÊ?!

Bem vindos a nova dieta de Santa Clarita, você topa?


E as surpresas não param por aí, a personagem principal Sheila, é interpretada pela Drew Barrymore que literalmente de uma hora para outra tem a vida mudada drasticamente; de uma corretora de imóveis bela, recatada e do lar ela transforma-se em um pessoa totalmente livre, leve e solta. Tudo começou durante o seu trabalho, onde ela passa mal e vomita um líquido verde (uma cena digna do filme exorcista). Sabe aquele cantinho do seu cérebro que te induz a fazer coisas impulsivas? Então... a partir do fatídico dia Sheila só faz as coisas dessa forma. Mas não é apenas isso, apesar de se sentir mas viva do que nunca algumas coisas parecem não terem voltado ao normal.


Além de -pequenos detalhes- como o seu coração não bater e não sentir dor ela não sente mais vontade de comer comida, apenas carne humana! Uma série sobre uma morta-viva que não ocorre durante um apocalipse zumbi. Apesar de  toda loucura que isto possa parecer o seu marido Joel (Timothy Olyphant) -que particularmente acho um gato!- apoia ela em todos os momentos, até mesmo nos eventuais assassinatos para conseguir carne humana fresca. Em meio a isto tudo Sheila e Joel ainda tentam levar uma vida normal em Santa Clarita, onde para piorar as coisas são vizinhos de dois policiais.


Todos os personagens parecem ter alguns parafusos fora da caixinha, desde o vizinho até o diretor da escola e todos tem um comportamento estranho. Os assassinatos acontecem de uma forma simples e apesar das trapalhadas parecem não ter grandes dificuldades para encobrir o rastro, o que para mim é uma improbabilidade muito grande já que eles são dois corretores de imóveis que parecem não ter habilidade alguma a não ser vender casas.


Santa Clarita Diet não é uma série que vá abordar o tema zumbi em si nem tão pouco se aprofundar nos crimes cometidos ou criar suspenses desnecessários. É para ser uma série de comédia -que não achei graça alguma-, mas ainda assim gostei dos personagens e a história em si, apesar de ter um diferencial grande no enredo não tem nada de espetacular e que faça você ficar ansioso pela próxima temporada. Eu diria que a forma que escolheram para seguir com a série é aquele tipo de atuação meio forçada e bem gesticulava onde os personagens falam como se estivessem apresentando um programa infantil e me dei conta que não é por uma má atuação por parte dos atores (pois já vi outros trabalhos da Drew Barrymore) e sim por ser a forma que eles escolheram para que a série fosse apresentada. Eu explicaria como uma série com um bom enredo e de humor propositalmente tosco e achei a fotografia linda. Simples e bem rápido de assistir, dá para ver toda a primeira temporada que está disponível no Netflix em um ou dois dias já que os episódios são bem curtinhos.


Apesar de não achar uma série incrível, a premissa é interessante e acabei gostando bastante dela e irei assistir a segunda temporada que já está confirmada no Netflix. Vocês precisam assistir ao trailer, basicamente resume tudo o que escrevi no post e faz você correr o perigo de correr para assistir, dá o play!



Santa Clarita traduzida em uma música!


 E aí, vocês topam ver a série?
Thamires Vicente
Thamires Vicente, carioca de 22 anos. "PALAVRAS são capazes de causar grandes sofrimentos e por vezes remediá-los"
7 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

7 comentários:

  1. Olá
    A parece bem nonsense, e para quem não gosta desse tipo de história realmente não vai achar muita graça, até tenho vontade de conferir, nas minhas séries estão voltando então vou ter que esperar mais um pouco.

    ResponderExcluir
  2. Quando comecei a série também achei bem retardada, mas acaba que a gente cria um apego e continua assistindo. Apesar de não dar risada, é divertido de assistir, e realmente, a fotografia é muito bonita!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    O que falar dessa série que ainda não assisti mas já me sinto próximo pois irei amar sem dúvidas. A proposta foi bem interessante e vi que a crítica recebeu muito bem a série. Eu gosto muito do trabalho da Drew Barrymore e isso ganha mais pontos para eu assistir. Adorei ler seu comentário e até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um leitor para assistir a série!!! Vi pessoas gostando e outras odiando, mas o fato é que o roteiro é beem diferente e isso por si só já chama a atenção, não é mesmo?

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Olha o boom que coisas de zumbis, morte, sangue ganhou recentemente é bem louvável viu, hahaha, mas eu como uma pessoa bem medrosa e que não curte mesmo esses temas, passo bem longe, por mais que seja bom ou faça sucesso. É uma característica minha pessoal, que infelizmente me impede de ver séries tipo essa. Você falou maravilhosamente bem delas, tem pontos que com certeza irá chamar atenção de quem curte essas questões e com certeza vai cativar várias pessoas. Adorei, mas não é uma dica do meu estilo.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oiii!

    Eu AMEI essa série! Muito muito hahahaha. Ela não é a melhor messssmo, mas é tão envolvente que quando você vê, já assistiu tudo. Adorei a sua critica e estou animada para a segunda temporada!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  6. Não achei a premissa nada interessante, só de ouvir falar que a protagonista come carne humana meu estômago já embrulha. Sinceramente, duvido que eu conseguisse achar alguma graça se me dispusesse a ver, o que realmente não fiquei com vontade de fazer, ainda mais que você não achou nada de espetacular.

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo