[Resenha Prévia] Nunca Olhe Para Dentro - Amanda Ághata Costa

02 outubro 2017

Editora: Independente
Gênero: Romance
Sinopse: Nem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos de idade, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora longe dos pinceis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.

Betina é uma criança adorável, que enxerga as pessoas através das cores, cada emoção representa uma cor para ela. Já a música para ela não faz tanta diferença, viveria em um mundo silencioso, o que nunca aconteceria com a pintura. Um mundo sem paletas, pincéis e telas para despejar todas as cores contidas em seus pensamentos não seria um lugar onde gostaria de viver.

Betina estava em uma exposição onde possuía quadros seus com os dizeres “A menina prodígio de Ostala” e naquele momento ela era laranja. Laranja era a melhor cor, que representava a felicidade e plenitude e ela queria ser laranja pra sempre.

Os pais de Betina estavam tão orgulhosos dela e a felicidade estava radiante dentro do carro na volta para casa, porém tudo muda quando um carro vem na contra mão e o pai de Betina desvia para dentro do lago. Betina foi a única que sobreviveu ao acidente, e a partir desse dia ela virou preto.

Anos depois Betina ainda é preto, cursa faculdade de psicologia e mora com sua tia odiável que a trata pior que nada, e todo seu foco na vida é encontrar o responsável por transformar toda a sua vida, guardando todas as lembranças numa caixa proibida escrito Nunca Olhe Para Dentro, deixando todas as memórias armazenadas lá e esvaziando sua cabeça. Até que certo dia Betina recebe uma mensagem que lhe arranca sorrisos e a deixa intrigada. 

-

E foi exatamente aí que os quatro primeiros capítulos disponibilizados pela Amanda terminaram, me deixando sedenta pelo restante do livro. Em 40 páginas eu já amei Betina, essa questão de ela ver as emoções como cores é sensacional, me deu vontade de levar isso pra vida. E sentimos vontade de abraça-la pra aplacar suas dores e pra que ela volte a ser laranja. Além de que essa história de ela querer encontrar o responsável pelo acidente dos seus pais é muito intrigante. BETINA ME ABRAÇA! Prevejo muito amor! E gente, a edição está maravilhosaaaaaaaa, linda demais, deixou a leitura muito mais gostosa.


E dia 03/10 nossa Betina será lançada na Amazon para todos a conhecerem. Eu estou ansiosa? BOBAGEM, SÓ GRITANDO MESMO! #VemBetina! E vocês já foram avisados: Nunca Olhe Para Dentro.
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Menina, nem acredito que foi lançado. Vou poder continuar essa leitura doida. E tem como não amar a Betina? Acho impossível. Esse lance de ver emoções como cores é bem bacana.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. ameiiiiiiii sua resenha!! que livro,quero muito ler.
    obrigada por compartilhar.
    beijossss
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
© Memórias de uma leitora, VERSION: 01 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo